Abrir menu principal

Desciclopédia β

Willemstad

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Willemstad é a capital de Curaçao, tornou-se famosa após ser invadida por George W. Bush durante a guerra contra o terror quando os Estados Unidos tiveram que saquear todos os charutos da ilha, quero dizer, jogar o suposto corpo de Osama Bin Laden no Caribe.

HistóriaEditar

 
Uma típica bela casa de Willemstad que é patrimônio mundial.

Willemstad foi fundada pelos holandeses, porque os espanhóis eram tão preguiçosos que nem se deram ao trabalho de fundar alguma cidade antes. Esta pacata cidade repleta de bucólicas plantações de haxixe bananas, foi a capital das Antilhas Holandesas até sua dissolução em 2010, e atualmente é a capital de Coração.

Com Curaçao semi-independente, a população da ilha teve autonomia para eleger o teu presidente, que com a maioria absoluta de 75% dos votos foi eleito prefeito da cidade uma elegante garrafa de absinto.

Atualmente a Venezuela tem enviado aviões espiões U2 para sondar as putarias que ocorrem na cidadezinha, e Hugo Chavez sonha com o dia que os holandeses estejam distraídos para poder invadir essa ilhota e poder nacionalizar todas sexlandesas que lá vivem.

EconomiaEditar

A economia de Willemstad confia exclusivamente no turismo e propaganda enganosa, porque o governo é preguiçoso demais para pensar em outra coisa a fazer para ganhar dinheiro. Através do turismo, o governo consegue enganar as pessoas, forçando-as a pagar por serviços que normalmente deveriam ser gratuitos, cobrando-lhes taxas razoáveis de comida, rede para dormir, doses de absinto e outros confortos.

TurismoEditar

Turistas de navios de cruzeiro pagam 60 dólares para ir pisar em arraias. A agência de turismo te cobram 80 dólares se você quiser que os seu 60 dólares de volta.

Como em toda cidade caribenha, o que presta mesmo em Willemstad são seus cassinos e prostíbulos, ambas casas onde é legal consumir todos produtos produzidos pelas FARC.

Para as pessoas que não sabem se divertir direito há a opção de visitar as casinhas coloridas ao redor do porto cidade, que foram consideradas patrimônio mundial pela UNESCO.