Abrir menu principal

Desciclopédia β

William Stryker

Admmalvado.jpg Este artigo é sobre um vilão!

Isso significa que ele rouba, mata e faz outras coisas sem nenhum motivo. Se vandalizar este artigo, um super-herói irá lhe prender.

Agora stryker, mais gordo, no filme.

William Stryker é o cara que praticamente "criou" o Wolverine... Nos quadrinhos pois foi o titio Stan que o criou na vida real e todo o crédito vai pra ele. Esse artigo vai ser baseado no filme do X-Men Origins:Wolverine pois estou de saco cheio de ficar baseando tudo nos quadrinhos, sem querer desvalorizá-los.

Índice

HistóriaEditar

Nada muito interessante. Nascido ao lado de uma bezerra, a mãe tinha que dar a luz em algum lugar e o único que achou foi o celeiro. Ele foi criado entre as Vacas e Porcos até os 6 anos quando começou a ir na escola e continuou a ser criado por vacas e porcos.

Morava em um celeiro com sua mãe. Um dia eles prederam ela por invasão de propriedade privada e então Stryker foi criado só pelos Porcos mesmo. Stryker comemora pois tinha conseguido, de alguma forma, ter sido aprovado e então foi jantar juntro com os pais: a comida do chiqueiro.

O "Menino-porco" vai para a Universidade e ingressa no governo dos Estados Unidos, que realmente aceita qualquer idiota.

GovernoEditar

 
  Agora lambe vadia!  

Ele começou trabalhando no governo em uma divisão proposta por ele com um objetivo Revolucionário: Usar os mutantes em prol do governo americano. Seja como for, a pessoa que tinha aprovado a proposta foi o próprio stryker junto com um general americano que tinha batido a cabeça.

O primeiro passo foi construir uma fábrica que parecia uma usina nuclear e a segunda foi achar Adamantium que criaria o Wolverine. E isso tudo sem o general que o apoiou abrir um bico. Só dando verba. No final ele tinha feito a loucura que um psicopata-maluco-doido faria que pegar os mutantes (sempre eles) e colocar em um corpo só.

Ninguém comentou que era loucura, ele continuou ali e partiu para a próxima parte de seu plano maquiavélico que era o Adamantium. Não comentamos ainda que isso tudo tinha sido feito por causa do filho dele? Ele ficou louco pois o filho conseguiu a telepatia de um Porco que conseguia esmagar uma cabeça.

E isso tudo porque o filho dele queria um CD do Village People. A mãe começou a gritar com o menino e então ele começou a atormentar a cabeça dela. A solução foi congelar e a mãe colocar a furadeira na cabeça pra parar as vozes. É foi meio trágico e nojento... Isso que dá medo nos mutantes.

E o Charles Xavier dizia: "Não! Dá pra controlar! Ele é gente".

WolverineEditar

Como foi dito, ele foi quem "criou" o wolverine e agora uma narrativa baseada no filme. Ele pegou o Wolverine e o Dente-de-sabre em uma prisão pois eles não conseguiam matar ele a tiros, afinal isso era a sentença deles, eles podiam ter sido até liberados mas prenderam eles e não imaginavam que eles sobreviveriam.

Stryker vai até a nigéria só para conseguir um pedregulho e então, ele lança um comentário para o suposto Deadpool: "Você seria o soldado perfeito se calasse a boca". E de fato seria! Bem, acontece que o Wolverine cai fora e então ele manda uma espiã, também mutante (que coincidência), para... Espioná-lo? O filme rola todo, ela acaba se fingindo de morta e assim para atrair o wolverine para a máquina que iria transformá-lo em Metal super cortante.

Depois disso ele escapa e caça stryker. Stryker consegue acabar o Deadpool e fazer ele lutar com o Wolverine além de estar com todos os poderes dos mutantes. Bem no fim ele acaba causando a perca de memória nele.

ReencontroEditar

Não exija também. Ele não faz praticamente nada ao Wolverine além de avisá-lo que ele criou ele. Ele também deixa seu filho a sós com o Xavier que lança a frase "Não! Dá pra controlar! Ele é gente".