Abrir menu principal

Desciclopédia β

Xavantina

Ponte-HLuz.jpg Se quésh quésh, se non quésh, dish!

Este artigo é catarinense! Já entrou em coma alcoólico na Oktoberfest, sabe o que é boi-de-mamão, tem um poster do Guga e pensa que é alemão!

Venha para o lado barriga-verde da força você também!

Gnome-searchtool blue.png Xavantina é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Todos os habitantes usam a mesma operadora de celular. Isso quando existe alguma.

Sciences de la terre.svg.png
60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Xavantina.

Cquote1.png Você quis dizer: Chave da Tina Cquote2.png
Google sobre Xavantina
Cquote1.png Quem é Tina? Cquote2.png
Alguem sobre comentário acima
Cquote1.png Uma personagem do Maurício de Sousa, dã! Cquote2.png
Leitor da Turma da Mônica

A praça dos mendingos, a Praça Anita Garibaldi!

Xavantina é uma das zilhares de cidades do belo estado de Santa Catarina, cidade conhecida [carece de fontes] por suas grandes comunidades católicas, mais também é conhecida pela pedofilia dos sacerdotes da igreja.

História

No ano de 1920, o pequena cidade de Anita Garibaldi foi povoada, com a chegado dos italianinhos de que vieram do Rio Grande do Sul, se estabelecendo sobre o traçado original dos lotes da colônia Rio Branco. Esta colonização se estruturou ao longo da estrada de ferro, recém construída, vinda de São Paulo em direção ao Rio Grande do Sul, por intermédio de empresas colonizadoras particulares, De acordo com registros, as primeiras famílias que se estabeleceram em Xavantina foram: Broetto, Balbinot, Criveletto, Zanandréa e Lecardelli. Dentre os maiores fatores do povoamento podemos destacar a construção da ferrovia que liga São Paulo ao Rio Grande do Sul; a grande quantidade de madeira existente, bem como o pinheiro brasileiro e a boa qualidade do solo para a prática da agricultura (para a mentalidade da época), pois estudos realizados demonstram que o solo é indicado para a preservação da flora e fauna, na sua maioria, formação de pastagens a agricultura em pequenas áreas.

A partir da década de XX a pecúaria e a agricultura. rocesso de colonização foi se expandindo e a vila de Anita Garibaldi ganhou corpo e as comunidades foram se formando no interior. Em 13 de dezembro de 1963, através da Lei Estadual nº 945 foi criado o Município de Xavantina. No ano seguinte, em 2 de fevereiro de 1964, ocorre a instalação do Município. Foi nomeado como 1º Prefeito, o Senhor Octávio Urbano Simon. Existem duas versões da origem do Topônimo Xavantina: 1o- Nome dado às indiazinhas pertencentes às tribos de índios Xavantes; 2o -Homenagem a um colonizador, Sr. Possan, proprietário do primeiro automóvel, que possuía terras em Nova Xavantina, cidade do Mato Grosso. Sendo assim desde a época de sua criação ate os dias atuais, a cidade de Xavantina conhecida como mamãe suiná, sofreu poucas alterações tanto no aspecto da população como nas características do município. As pessoas não tiraram da mente a ideia de produzir suínos, é só você sair em uma porra duma festa ou almoço na cidade que você ouve um bando de orelhudos dizendo "PÓRKHODYO HOME, APOSTO QUE DAQUI A UMA SEMANA O LEITON VENHA A DA UMA MEXIDA NO PREÇO". O povo é tao pão duro que tenta ate economizar pensamentos, sendo assim acaba sempre na mesma merda, digamos mesma merda com duplo sentido, pois é na merda de sua criação de "LEITON" e dos dejetos existentes em suas mentes. Mas pode-se perceber que é um povo que possuí uma grande cultura, que é percebida por qualquer classe de pessoa que entra na cidade, destaca se o péssimo atendimento nos estabelecimentos comerciais. Um local que possui um maior movimento de jovens na cidade é a classica padaria e pizzaria Daneli. Todos os domingos estao la os mesmos jovens bebendo cerveja e secando um ao outro, entre eles destacam-se um de cabelo enrolado, um meio escurinho, uns com o mesmo bone de sempre, outros com um enorme adesivo estampado no vidro traseiro do seu lindo carro contendo seu lindo apelido ou seu sobrenome, e alguns pais que levam o filinho tomar um sorvete, sendo que na hora de acertar a conta acabam tendo leves discussoes com o famoso padeiro, como o padeiro é um perfect gigolo, ele xama a mulher, ai vem ela com um fio dental nos dentes pedindo "que que tu qé"?

Mas tenho que ir pois os leiton tao se comendo o rabo um do otro de fome, cudio o caminhon ainda não veio muié...

O LEITON VAI DÁ UMA MEXIDA ESSA SEMANA NO PREÇO!!!

Comunidades

Xavantina possui 15 comunidades religiosas e um distrito: Comunidades religiosas e pedófilas

  • Alto Irani - Uma grande altitude!
  • Divisa das Águas - As águas se dividem
  • Guararapes - Os pés que se transformam em guraná
  • Medianeira - Produtora de Madeira
  • Passo das Antas - Passo da sua mãe!
  • Pinhal Preto - Essa as meninas adoram
  • Plano Alto - É baixo
  • Quatro Irmãos - Nome clichê
  • Reduto - Reduziu!
  • Rio Claro - É amerelo devido aos mijões
  • Santa Terezinha - Bairro pedófilo
  • São Miguel - Bairro pedófilo
  • São Sebastião - Bairro pedófilo
  • Sete de Setembro - Ai, fica o Rio Ipiranga.
  • Tiradentes - Um feriado dei pra ele

Distrito(s):

  • Linha das Palmeiras - Não tem nenhuma palmeira por lá...Só tem lombadas.(7 em menos de 1km)