Xinglingdami



Cquote1.svg Você quis dizer: Banggood Cquote2.svg
Google sobre Xiaomi
Cquote1.svg Você quis dizer: iPhone de pobre Cquote2.svg
Google sobre Xiaomi
Cquote1.svg Não tem galantia, complou puque quis! Cquote2.svg
Xiaomi sobre garantia
Cquote1.svg Biolas kkkkk Cquote2.svg
Motorola sobre Xiaomi

Xiaomi
Xihomem
系 澳 秘 (Departamento de Secretários Australianos)
Xiaomi.jpg
Tipo Privada
Ramo Xingling Technology
Fundado em 6 de Abril de 2010
Fundador Lei Jun
Destino Bandeira do Paraguai Paraguai
Sede Beijinho, Bandeira da China China
Empregados Mais de 8 mil
Produtos Smartphones,

Android TV,
Tablet,
Notebooks,
Fone de ouvido,
Robô,
Scooter Elétrico,
E mais uma porção de coisas eletrônicas sem nenhum nexo.

Sítio
www.mi.com
® Desciclopédia

Xiaomi Inc. (PT-PT: Chiaômi S.A.) é uma empresa chinesa, caso você seja uma mula que não tenha notado pelo nome, com sede em Beijinho, na China (Aquela das Olimpíadas de 2008). É a terceira maior distribuidora de smartphones e a primeira a fazer copias descaradas dos iPhones e Samsungs que são lançados do mundo, a Xiaomi copia projeta, desenvolve e vende celulares clones mal feitos, aplicativos móveis e eletrônicos de consumo e mais sabe-se lá o que. O fundador e diretor executivo da empresa é Lei Jun, a 6ª pessoa mais rica da China, copia tanto a PinApple que chegou até a copiar a roupa do Steve Jobs em uma de suas apresentações...

Segundo uma revista aí a empresa vendeu uma porrada de celulares em 2014, como ninguém se importa com esse tipo de informação, o mais relevante sobre a empresa é a similaridade e o preço dos seus produtos pois a mesma é incapaz de criar algo sozinha, e os pobres do Brasil que não conseguem comprar um iPhone compram essa porcaria e ainda vão falar mal da aPlle no Twitter.

Mercado brazucaEditar

 
"Nossa bandeira jamais será vermelha!"

No dia 29 de junho de 2015, a Xiaomi, gigante do mundo das cópias dos celulares mal feitos, chegou ao Brasil por meio de parcerias. Em 2016 ela foi embora, similar àquelas montadoras de motos chinesas em Manaus (ou aquele teu relacionamento pelo Twitter). A declaração da empresa à imprensa foi de que, no Brasil, imposto é roubo.

Declaração oficial, dada por algum chinês igual a todos os outros da empresa:

"如果你正在翻译它,那是因为你非常愚蠢,应该为生活寻找一些目的。将手臂放在肛门,看看你是否有任何乐趣。无论如何,巴西并没有给我们扩大市场的机会,巴西人只喜欢用昂贵的手机来夸耀。" - Disse o chinês.

Mas, de forma não oficial, ela vive nos camelôs da Santa Efigênia.

RevoluçãoEditar

 
Máquina com Xiaomi's fresquinhos, últimos lançamentos.

Sempre inovadora, a Xiaomi busca estar a frente no mercado mundial, lançando um aparelho novo a cada 16 horas. Não importa se a atualização foi ridícula, eles sempre terão um aparelho com todas as novidades do mundo tecnológico.

Sistema OperacionalEditar

Android com cara de iOS. Perfeito para os otakus paga-pau da maçã que não tem dinheiro para comprar um iPhone (nem testosterona pra comprar um Moto G), e que agora ficam postando merdas como "Xiaomi bota a apple pra mamar" na internet.

Suporte técnicoEditar

  Experimente também: La Garantía Soy Yo  
Sugestão do Google para Suporte técnico da Xiaomi

Com um grande diferencial, os produtos XingLing da Mi, apenas oferecem suporte aos usuários chineses. Caso você não seja chinês e o seu aparelho apresentar algum problema, parabéns, se fodeu completamente. É claro que existem muitos ixpertinhos pelo Brasil oferecendo suporte de merda e duvidoso por um preço que dê para comprar um maço de Derby e um fardo de cerveja Crystal. A Xiaomi não alerta sobre esse tipo de serviço não autorizado mas eu tô te alertando, é por sua conta e risco. Pelo menos existe um fórum onde os usuários tentam ajudar uns aos outros, é uma ótima comunidade para você compartilhar um nude ou um pornozão do zap e ser banido em poucas horas.