Demônio Tranca Rosca

Demitri-dr.gif Este artigo é sobre um demônio!

Provavelmente tem asas de morcego, chifres de bode e/ou um rabo esquisito, além de perturbar você e cometer atrocidades. Não clique aqui se preza por sua vida!

Tranca Rosca ao ser invocado pela Tribo Papacu, já trabalhando no cacete para curar a enfermidade do Índio de Família.

Demônio Tranca Rosca é uma entidade demoníoco, presente no folclore da Tribo Papacu. Apesar de sua natureza maligna e arrombadora, o Tranca Rosca possui poderes curativos, e é o único que consegue curar doenças desconhecidas, como a que possuía o Índio de Família quando foi fazer o seu exame peculiar na Policlínica do Dr. Matarazzo. Mas é claro que para executar a cura, o Tranca Rosca cobra algo, afinal como já dizia o Alemão, Cquote1.svg tudo tem um preço, né? Cquote2.svg

HistóriaEditar

O Tranca Rosca era muito temido pelos indígenas da Tribo Papacu, pois para invocá-lo, é necessário fazer um sacrifício humano. Mas ele não exige o sacrifício de uma virgem como os demais demônios, e sim de um macho virgem, que após passar pela piroca do Tranca Rosca, enfim perde as poucas pregas restantes, e é amaldiçoado a viver eternamente trabalhando no cacete nas produções cinematográficas da Ícaro Studios.

 
Tranca Rosca punindo o Índio de Família após curá-lo, ele não vai voltar para o inferno até terminar de arrebentar até a última prega de seu paciente.

Apesar de perigoso, o Tranca Rosca foi invocado uma única vez pela Tribo Papacu, quando o cacique Índio de Família ficou muito doente e debilitado, com uma aparência bem ruim, de cu mal lavado. Boatos diziam que a entidade possuía poderes curativos, e que ao ser invocado, poderia até mesmo realizar exames médicos peculiares no doente. Não podendo correr o risco de perder o chefe da aldeia, os índios Papacu fizeram algo que você nunca imaginaria que eles teriam coragem de fazer, o ritual de invocação do Tranca Rosca, desenhando uma piroca invertida no centro da aldeia, derramando suco de laranja em um altar e sacrificando os seus próprios tobas. Assim, o Tranca Rosca foi invocado com sucesso, e conseguiu curar a aflição do Índio de Família, inserindo em seu rabo a delícia e o deixando bem relaxado.

CaracterísticasEditar

O Tranca Rosca é extremamente poderoso, podendo até mesmo invadir o sonho de machos virgens como o Alexandre Senna e foder com suas roscas em um mundo imaginário. A única coisa que mantém o mundo humano livre desta ameaça arrombadora (e arrombada) é que o Tranca Rosca está preso no submundo, e só consegue se libertar de sua prisão através de um ritual delicioso. Mas após ser invocado, o Tranca Rosca possui uma ira implacável, e ele só se satisfaz após arrebentar até a última prega do macho virgem que o invocou.

O Tranca Rosca andou em nosso mundo apenas uma vez, após ser invocado pela Tribo Papacu. Enquanto esteve no mundo terreno, o Tranca Rosca realizou o exame médico do Índio, jogou uma pelada com os amigos, foi líder de escoteiros e até comeu uma bucetinha. Ele apenas voltou para o submundo quando foi exorpicado pela piroca da Princesa Demacol, que travou uma batalha é pica com o demônio, mandando o mesmo para casa com a força de seus tomates no reguinho.