Mudanças entre as edições de "In Flames"

Sem alterações no tamanho ,  01h05min de 6 de julho de 2010
sem sumário de edição
(Nova página: {{DeusMetal}} {{bandas}} {{c|Death Metal Farofa?|Chuck Schildner, se ainda estivesse vivo para ouvir isso...}} {{c|Não: Boy Band Metal...|Headbanger|frase acima}} [[imagem:In_Flames...)
 
==A Polêmica dos novos álbuns==
 
'''Soundtrack to Your Scape''' foi um dos álbuns da nova safra de bizarrices do In Flames que mais desagradou aos fãs. Alvo de críticas por todos os lados, foi um trampo até certo ponto desprezado e esquecido pelo grosso do público. Nesse trabalho revolucionário e incompreendido, a banda trouxe para seu ''cast'' de músicos o grande multi-instrumentista brasileiro [[Hermeto Pascoal]], especialista em música extrema... [[merda|extremamente ruim]]. O resultado foi um misto de guitarras, influências de [[Pop-Korn|Pop-Korn]] e barulhinhos dignos de fazer inveja ao [[Radiohead]] e outras [[porcaria]]s similares.
 
Antes, porém, eles já tinham gravado um álbum chamado ''Reroute The Remains''. Poderia ser considerado apenas um álbum pouco inspirado, mas Friden e cia fizeram questão de [[cagar|inventar moda]] quando não tinham mais ideias para encaixar na parada. Pegaram então um disco do [[Moby]] e enfiaram umas linhas eletrônicas horrendas no negócio, para encher a [[linguiça]] que faltava, realizando, assim, o pior de seus trabalhos até o lançamento de ''The Mirror Truth'', uma esquicitice que veio a comprovar a descida da banda ladeira a baixo em termos de qualidade e comprometimento musical...
1 442

edições