Mudanças entre as edições de "O Mágico de Oz"

117 bytes adicionados ,  23h01min de 6 de maio de 2017
→‎Final: Os paralelos não são difíceis de identificar.
m (Foram revertidas as edições de Edir Macedo (disc) para a última versão por Masusami)
(→‎Final: Os paralelos não são difíceis de identificar.)
 
Ao que tudo indica, O Mágico de Oz colocou várias referências subliminares, sendo que o autor foi espertinho o suficiente para [[paradoxo|ensinar coisas sem precisar falar]]. Por exemplo, é revelado que o ''Homem de Latão'' representava os asiáticos, que trabalham muito para ganhar pouco. O Espantalho representa todos os caipiras que moram em [[Minas Gerais]] e que são considerados sem cérebro. Por último, o Leão covarde é a representação perfeita do povo americano, que apesar de ter milhares de ogivas nucleares, ela só servem para serem usadas como peso para papéis no pentágono.
 
==Ver também==
*[[Alice no País das Maravilhas]], outra história sobre uma menina viajando pesado nas [[dorgas]]
 
{{Hollywood}}
Usuário anônimo