EyedolSprite.gif

Babel fish.gifTraduzindo: Olhodolo
Babel Fish sobre Eyedol
Cquote1.svg Cara, tipo, ele é um deus né, então ele é idolatrado tipo um Idol, só que ai ele tem duas cabeças de cíclope né, então que tal... que tal se ele fosse chamado EYEdol Cquote2.svg
Provavelmente o mesmo cara que inventou o nome King K. Rool sobre processo de criação do Eyedol

Eyedol é um final boss de jogo de luta e um ciclope Paraguaiano, porque tecnicamente possui dois olhos. Um vilãozão genérico das trevas em ambas encarnações, ele é um deus da destruição incrivelmente poderoso e irritante, que apesar de todo sua força e magia toma forma de um ogro bicéfalo feito de massinha de modelar na série antiga, e um ogro obeso com cabeça de pikero desastroso no reboot.

AparênciaEditar

 
Novo Eyedol e seu bucho de cana

No seu design clássico, Eyedol é uma mistureba de uma penca de criaturas mitológicas, até o Sátiro entrou na roda. Já que era Killer Instinct clássico, seu modelo era horroroso, feito a partir de massinha modelar de ponta pra época, com textura de copo de plástico e um design de vilão da Disney. Dos bonecos do jogo, entretanto, ele é o maior de todos.

No reboot ele passou pelo consultório do Dr. Rey, mas não fez tanta plástica quanto o Gargos. Pra começo de conversa, ele não é mais um ciclope, virando apenas um ogro feio e burro. Para preservar as ideias do seu design clássico, a Iron Galaxy estabeleceu que, em algum momento de seu passado, saiu no pau com o Gargos e apanhou tanto que teve a cabeça partida em duas, com um olho em cada lado. Agora, quando está em combate, apenas uma das metades de sua cabeça funcionam por vez, uma de olho vermelho que bate e uma de olho roxo que solta magia. Tirando esse leve detalhe médico, também o engordaram, o vestiram e repaginaram seu marretão demoníaco, que agora é coberto de crânios humanos que nem o pescoço do Dhalsim.

Pra sua DLC de roupa clássica ele volta a ser um ciclope, mas continua obeso e com os olhos do David Bowie.

HistóriaEditar

K.I. ClássicoEditar

 
Eyedol na sua fase de chefão e um Spinal prestes a perder uma ficha

Na história retardada de desenho dos Anos 90 da série clássica, Eyedol e Gargos eram duas divindades mega poderosas que controlavam a terra no passado. Os heróis da época, 5 uga buga fedorento com marreta de pedra, se uniram numa noite de sexta depois do jogo e baniram os dois para o Limbo, onde permaneceram por 2000 anos. Acontece que no futuro de 1994, a Ultratech bola um jeito de estudar dimensões paralelas em busca de vida e acaba puxando o Demagorgon Eyedol de volta para a dimensão humana.

Ao invés de botar uma bala na cabeça do bixo ou sinceramente fazer qualquer outra coisa que fosse considerada mais sensível eles decidem utilizá-lo para seu torneio de luta, botando o bixo pra tirar rinha com quem quer que fosse o finalista do Torneio Killer Instinct daquele ano. No fim do dia, a Orchid acaba recebendo a função de lidar com o ciclope de duas cabeças do inferno, salvando o dia... até o Gargos aparecer.

Killer Instinct (2013)Editar

Toda sua história é vastamente ampliada no reboot, não que alguém se importe ou tenha lido todo o conteúdo extra sobre. Aparentemente, ele é alguma espécie de escolhido de uma raça estranha de criaturas angelicais, que o selecionaram para derrotar Gargos e salvar o universo. No processo, ele foi imbuído de grandes poderes que causaram a corrupção de sua moral e valores, transformando-o num abestalhado ganancioso e violento. Ao invés de fazer o que seus lordes pediram, ele inventou de conquistar a terra para se mesmo, se decretando Deus-Rei de um monte de canto até ser impedido pelo Highlander, que o enviou para outra dimensão, aquela em que Gargos existia.

Lá ele é finalmente obrigado a enfrentar o gárgula extra dimensional e toma uma pisa. Kan-Ra é quem descobre seu corpo lascado e decide que é uma boa ideia trazê-lo de volta a vida. O feitiço dá errado (Ou Não) e ele retorna ao mundo dos vivos com literalmente 2 mentalidades diferentes, completamente fixado na ideia de destruir legal.

Nos JogosEditar

No original ele era um chefão, então sua jogabilidade nunca foi feita pra ser balanceada, apesar disso, com a malícia do Konami Code, ele podia ser escolhido fazendo macumba em cima do Riptor (Arcade) ou do Cinder (Super Nintendo). Muitas fichas eram perdidas em sequencia.

 
Ele também é outro dos bonecos do jogo que sofrem de gigantismo

No reboot, já que os desenvolvedores estavam basicamente trazendo todo mundo de volta na Terceira Temporada, eles sabiam que eventualmente iam precisar desenterrar o antigo chefão da franquia. Ao invés de simplesmente transformar ele num personagem novo, como fizeram com o Gargos, decidiram jogar tudo no lixo e começar do zero, transformando ele num personagem de estilos. Ele tem a forma vermelha, que é zangada e rushdown, gosta de bater e ficar o tempo inteiro em cima do oponente, e ele tem a forma roxa, que é "inteligente" e zoner, preferindo ficar a distância. O jogador não escolhe quando as formas vão trocar (mandando a viabilidade do boneco comer merda) e ao invés disso, após cada especial realizado na forma atual, Eyedol aumenta sua probabilidade secreta de mudar para a outra forma.

Sendo assim, você pode estar no meio de um combo particular com a forma vermelha, apenas pro jogo decidir que você está se divertindo demais e te jogar pra forma roxa, vice versa. Existe um comando único que faz Eyedol socar a própria cabeça, causando 1 de dano (que pode sim te matar) e aumentando a probabilidade de mudança. Eyedol também pode utilizar as duas formas de uma vez só ativando seu Instinct Mode, se tornando possivelmente o personagem mais forte do jogo durante aqueles poucos segundos.

GaleriaEditar


v d e h