Epinephelinae

(Redirecionado de Garoupa)
Garoupa
Uma garoupa fazendo porra nenhuma, a sua rotina
Uma garoupa fazendo porra nenhuma, a sua rotina
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Acordados
Superclasse: Aquáticos
Classe: Peixes com espinha
Ordem: Forma de Peixe
Família: Serranidae
Subfamília: Epinephelinae

Epinephelinae é a subfamília de peixes deprimidos mais conhecidos como garoupas, sem nenhuma relação com o bagageiro de motos e bicicletas, animais pacatos que só sabem ficar em seu habitat nadando e comendo o dia inteiro, até surgir alguém que os coma. Por ser o peixe mais estúpido dos oceanos recebeu a homenagem de ser celebrado na nota de 100 reais, porque no Brasil nem os mais ricaços merecem ter pelo menos um dinheiro bonito, sendo eles obrigados a andar com um papel azul com esse peixe estúpido pra lá e pra cá em suas maletas cheias de dinheiro (por isso é bem comum optarem pela nota de 50 e a onça muito mais estilosa que uma garoupa).

AnatomiaEditar

As garoupas são peixes normalmente obesos e enormes, embora sejam encontrados em todos os tamanhos, cores e formatos. O senso de humor também não muda muito, as garoupas estão sempre com aquela cara desanimada de quem está morrendo de tédio, mas qualquer um também estaria nessa mesma situação caso não pudesse fazer nada a sua vida inteira, só nadar até um dia servir de refeição pra alguém.

 
Garoupa decepcionada com um ser humano sem graça.

Destacam-se sobretudo pelos seus proeminentes beiços, sempre treinados nos principais bordéis da região onde moram, o que os garantem a incrível capacidade de sugar a água à sua frente, tragando pequenos pequenos peixes, polvos e camarões. Como o seu corpo é oco, ele não tem sistema digestivo para processar seus alimentos, então apenas deixa as presas que capturou morrer de tédio dentro de suas barrigas, antes de cagá-los. Além desse corpo oco, as garoupas são amplamente reconhecidos por sua lentidão e preguiça de fazer as coisas, não sendo nem velozes e muito menos viajantes, ficando só ali na mesma área, resmungando e reclamando da vida sem graça que levam.

O tamanho varia de espécie pra espécie e dieta que fazem, há garoupas que cabem na palma da mão e podem ser devoradas numa dentada só, mas outras que chegam a até 2,4 metros com as quais dá pra fazer até zoofilia, então as garoupas agradam a todos os gostos.

ReproduçãoEditar

As garoupas habitam os diversos corais ao redor do mundo onde gostam de se esconder para acasalar, que no dialeto desses animais quer dizer, muita orgia, pois espalham suas porras na água e ninguém é de ninguém na época do acasalamento.

O que faz desses peixes serem tão tarados na hora da putaria é o fato das garoupas serem um dos poucos peixes transsexuais do mundo. Nascem todos fêmeas, mas na medida que ficam adultos, formam um pênis e tornam-se machos. Assim se um dia uma garoupa está comendo o seu cu, pode ser que no dia seguinte ela tenha sido castrada e agora você que come o cu dela, essa variedade deixa estes animais bem excitados e animados quase sempre.

CulináriaEditar

 
Uma garoupa que rende muitas refeições.

As garoupas são amplamente apreciada na culinária devido à sua carne branca sem o menor sabor. Como a carne não possui gosto ela precisa ficar sob toneladas de especiarias e temperos, e isso sempre fez muito bem para a economia europeia.

Não bastasse isso, as garoupas ainda são as principais causadores da ciguatera, uma espécie de caganeira causada por uma lombriga específica muitas vezes encontrada em sua carne, por isso não existe sushi de garoupa.

GênerosEditar