Humor psicanalítico

Humor psicanalítico é um nome mais rebuscado para o humor peniano. Dominado com maestria por tiozões, cachaceiros e alunos da quinta série (sejam eles pirralhos catarrentos da quinta série mesmo ou os "eternos" alunos da quinta série, como os comentaristas da ESPN), neste tipo de humor, o objeto principal da piada é sempre o pênis, sempre é inventada uma estorinha que no fim, serve só pra zoar a cor, o tamanho ou o formato de algum pênis.

ElementosEditar

O único protagonista deste humor é o pênis mesmo, que deve ser a fundamentação de todas as piadas. Se possível, criar um pano de fundo bem sacana para combinar com o pênis e realçar suas características naturalmente humorísticas. Fazendo uma analogia que até alguém com pinto pequeno como você é capaz de entender, o pênis seria como o Will Smith no time de basquete, enquanto que vaginas, bundas, cus e sexo são o Carlton - Todos devem passar as bolas para o pênis, mas não as bolas do próprio pênis, e sim a de basquete.

Pessoas que fazem humor psicanalíticoEditar

 
Piada de humor psicanalítico com sua principal estrela, algo que é enviado pelo zip zop por tiozões especialistas neste tipo de humor.

Assim como Freud (que aliás também era um piadista psicanalítico, tanto que criou uma grande piada envolvendo pênis conhecida como psicanálise), os piadistas psicanalíticos possuem uma fixação estranha com pênis, fazendo com que todas a suas piadas sacanas girem em torno deste elemento.

Na quarta série, eles invariavelmente morriam de rir quando viam uma figura de pinto no livro de ciências, como se ter um falo no meio das pernas fosse a coisa mais anormal e engraçada do mundo. Tá certo que os autores de livros didáticos não são muito generosos no tamanho da manjuba e geralmente desenham um micro-pênis no boneco, até por isso aquela minhoquinha deformada não deixa de ser engraçada mesmo, mas considerando que moleque de dez anos tem no máximo um pênis de 12cm mole e 10cm duro, não faz sentido ficar rindo disso, pois eles estão na mesma situação ou até numa pior, e alguns deles nem vão melhorar muito a própria condição no futuro.

Na idade adulta, as mulheres também acabam sendo contaminadas por essa doença, e, quando não estão fazendo piada sobre os hómi não achar a porra do clitóris, ficam caçoando entre elas dos pênis com menos de 15cm e/ou bicolores. Nesta situação, o engraçado mesmo é que quem faz essas porras de piadas, geralmente são gordas feministas de 200kg para tirar sarro dos "embustes" (bleeeeergh!), mas elas não conseguem nem achar a própria buceta preta, peluda e fétida, que fica escondida no meio de um monte de banha suada que cai por sobre as coxas e esconde os genitais por completo.

Na meia-idade/velhice, os piadistas psicanalíticos viram tiozões que enviam suas piadas sacanas pelo zip zop, achando que a família inteira vai achar divertido iniciar o dia lendo uma piada sobre um pênis broxa.

CaracterísticasEditar

A principal regra do humor psicanalítico é enfiar pênis em tudo que é tirada, como se o charuto de carne fosse o centro do mundo e a coisa mais engraçada do universo. Para complementar a piada, nada melhor do que enfiar uma deliciosa dose de sacanagem no meio, como vaginas, peitos, buceta e um pouco de sexo também, afinal todos acham algo super divertido ouvir piadas sobre como um certo pênis não subiu na hora do vamo ver, ou sobre como seu tamanho era insuficiente para penetrar o buraco negro de sua mulher.