Imbituva

Juvenalantena.jpg Essi artigu é faveladu!

Nem por isso tá involvida cum droga, putaria ou ladruagi!

Não leia se for gayúcho ou do BOPE!


Município de Imbituva

20px

Bandeira de Imbituva

[[Arquivo:|150px]]

LemaQueimando tudo até a última ponta
Estabelecida {{{Estabelecida}}}
Tipo de Governo Corrupto
País Brasil
Estado Paraná
Prefeito Sempre ausente
Área 170.000x10³ km de plantação de maconha
População 27044 usuários
Gentílico Maconheiro
Hino Quem fez devia tar muito dorgado"


Cquote1.svg Você quis dizer: Amsterdam Cquote2.svg
Google sobre Imbituva
Cquote1.svg Você quis dizer: Boca de Fumo Cquote2.svg
Google sobre Imbituva
Cquote1.svg Você quis dizer: Maconholândia Cquote2.svg
Google sobre Imbituva
Cquote1.svg Você quis dizer Imbituba Cquote2.svg
Wikiédia, sobre Imbituva
Cquote1.svg Aqui é Imbituba!! Cquote2.svg
Turista perdido sobre Imbituva
Cquote1.svg Maconha! Maconha! Maconha frequinha! Cquote2.svg
Vendedor sobre Imbituva
Cquote1.svg Na União Soviética, o baseado fuma você!!! Cquote2.svg
Reversal Russa sobre Imbituva

Popaye depois de chegar em Imbituva

Imbituva é um bairro, digo cidade, conhecida pelo grande número de marginais, apesar de seu tamanho. Imbituva tem mais traficantes do que usuários, aqui as igrejas cobram 10% de sua maconha.

  • Alerta: Esse artigo pode conter erros de português e contradições, pois quem escreveu estava muito drogado. Então não ligue se aqui houver paradoxo e confusões gramaticais. Mas com certeza você que está lendo essa joça, também dá um tapa na pantera e não vai nem perceber os erros.

EtimologiaEditar

Imbituva é vocábulo rasta que significa cannabis, lugar de muita maconha.

 
Típico cidadão imbituvense preparando um baseado

HistóriaEditar

Em 1809 uma expedição de Rastas que ia rumo a Guarapuava, ao atravessar o local onde hoje é Imbituva, acharam um pé de maconha nascido em cima de um cupim. Fumaram o pé de maconha e apelidaram o local de "Arraial do Cupim". Desde então “Cupim” passou a ter destaque entre os “pousos” preferidos pelos Rastas. Em 1871, o Rasta, Antonio Lourenço (mais conhecido como João de Santo Cristo), natural de Santo cristo, atraiu maconheiros e fixou-se em Cupim onde logo a plantação foi começar. E depois que começou a plantação, surgiu uns viciado que souberam da novidade e disseram: "Tem bagulho bom ai!" E João de Santo Cristo ficou rico e acabou mudando o nome da vila para Imbituva, pois ele sabia que Imbituva significava terra da maconha na língua Rasta. E Não é que o Santo Cristo estava certo, pois o futuro da cidade era certo, seria um dia a potência mundial em venda de maconha e erva-mate.

Hino de ImbituvaEditar

Letra por Bob Marley, melodia por Jimi Hendrix.

Imbituva, terra da maconha, pedaço do meu Brasil.
Um centenário do cachimbo da paz de amor e trabalho, te faz o perfil,
tua gente, de mentes chapadas, vive do mesmo ideal.
Imbituva, tão chapada viajando em pó nacional.
Cidade do cachimbo da paz, que a maconha colhe,
de braços abertos chapados de amor.
Mas quando chapados provaram teus filhos que sabem lutar
com grande fervor.

EconomiaEditar

A economia se baseia na produção e venda de substâncias alucinógenas ilícitas, ou seja, maconha e erva-mate. Imbituva é conhecida como um polo industrial no segmento de malhas feito de fibras de cannabis, o que a faz conhecida como "CIDADE DAS MALHAS". Mas o que realmente move a economia da cidade são o comércio e as plantações de maconha. Imbituva poderia ser a maior exportadora de maconha do mundo, caso os moradores da cidade não consumissem a metade do produto.

Pontos TurísticosEditar

O ponto turístico da cidade é o parque aquático. Esse parque é cheio de pescadores, mas nunca ninguém pegou nada lá. O pessoal vai lá para fazer o famoso churrascão e fumar maconha pela beira dá água, eis o motivo de ter sempre algum corpo boiando no rio. Os turista costuma vir no parque de imbituva para negociar drogas. É bem comum, por entre as árvores, ver alguém vendendo pacotes de maconha e erva-mate para os turistas. As vezes a poliça desse lá, quando algum arrombado faz denuncia, mas a policia chega lá e já se vende por uma chupada no canudo ou uma cunha de chimarrão. E quem não se vende por um do bão, né?

BairrosEditar

Imbituva é formado por alguns bairros, ou favela, como queiram.

  • Centro - é a favela mais conhecida, ali se encontram os grandes traficantes. Vendem maconha e erva-mate de cara limpa e ninguém faz nada, digo fazem sim: Compram.
  • Buraco quente - É um lugar perigoso, assim como em todos os outros lugares da cidade, ninguém sabe ao certo os limites, então é bem comum as pessoas que moram ali se dizerem do Centro ou da Miraluz.
  • Mira Luz - É a quebrada a traz do cemitério municipal, o usuário é morto pelo traficante e já é enterrado.
  • Jardim Tangará - Essa quebrada é uma das mais perigosas da cidade (apesar de ter um enorme módulo policial), assim como todos as outras quebradas. Aqui se encontra a facção CVT, eles comandam o tráfico de crack, erva-mate e fumo de corda. Esse bairro é dividido em: Tangará 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12...Ninguém sabe no qual Tangará mora, ou seja, essa divisão é bem imbecil.
  • Vila Zezo - Vila criada pelo prefeito Zezo, que era tipo um Lula do interior. Essa vila, assim como todas as outras, é uma das mais perigosas da cidade. Na Vila Zezo o tráfico

é reconhecido como profissão, ultimamente tem dado emprego a muita gente. Moradores de quebradas vizinhas estão se mudando pra lá, para trabalhar de laranja.

  • Vila Cabral - Quebrada saido para o Irati, o nome já indica a especialidade dessa vila, ou seja, crack com brau, o famoso cabral.
  • Vila Rubinho - Vila criada pelo filho do Zezo, fica ao lado da Vila Nova, sabe-se pouco sobre essa vila, pois quem foi não voltou mais para contar.
  • Vila Nova - Vila criada pela mulher do Zezo, também existe poucas informações sobre essa favela. Mas até onde eu sei ela é habitada por humanos.
  • Mato Branco - Essa quebrada é a que fica mais longe da cidade. É praticamente no interior, lá as pessoas costumam viver da plantação de maconha e erva-mate.
  • Campina - Lá moram os chamados campineiros, lá todos trabalham em uma fábrica de tijolo

de maconha. Eles embalam todo o produto que será exportado.

  • Palmar - Essa região fica localizada no interior de Imbituva, mas vale ser citada, pois eles são os pioneiros dos vida lokas. Também é uma das áreas mais produtivas em relação as drogas. Sempre estão com seus revolveres na sinta e botam terror nas quebradas.
 
Estão ai os primeiros vida lokas da região de Palmar. Obs: eles estavam todos de rosa choque- Lico Pereira, Mario Pereira - Julio Pereira Sant Anna, Ovidio Vaz, Geraldino, Pedro Valente, Juarez Caçique, São João de Maria e outros

SaúdeEditar

  Não existe muitos doentes, pois o uso de drogas acaba causando morte súbita antes de adoecerem. Eis o motivo de não existir médicos, hospitais e postos de saúde. Existia um hospital antigamente, o Hospital São João, mas o hospital fechou por falta de clientes. Agora o hospital virou ponto de tráfico.

SegurançaEditar

  Alguém roubou as informações contidas aqui.

CulturaEditar

Escutar Bob Marley, dichavar o bagulho, bolar, e o mais importante, fumar um 2,3,4,5,6,7,8,9,10... baseados.

EsporteEditar

Futsal, futebol, capoeira, levantamento de copo e lançamento de bituca.

ReligiãoEditar

Aqui as igrejas cobram 10% de sua maconha

Igreja Universal do Reino da Maconha, Igreja Cracólica Maconhólica Romana, Igreja Adventista Chapados dos Últimos Dias, Congregação dos Maconheiros, Assembéia do Verdinho e Igreja Mundia Tapa na Macaca.

PolitícaEditar

Nossa cidade tem 3 partidos: CVT, CVZ e PSD. A câmara possui um prefeito que nunca está, deve ter morrido de overdose, e 13 vereadores.

O Atual prefeito Bertoldo antes de se eleger era dono de uma bar, onde vendia também maconha. Dizem que ele comprou o voto de todos com maconha.

 
Prefeito Bertoldo em sua antiga profissão de bodegueiro

A gestão atual é conhecida pelas grandes promessas, promete tudo, mas não cumpre nada(Afinal aonde não é assim?). Quando cumpre é porque vai ganhar algo mais com isso, é o típico intereceiro. Na verdade ninguém sabe quem manda nessa cidade, mas ultimamente parece que são os traficantes de maconha e erva-mate.

ConflitosEditar

Alguns conflitos ocorrem em Imbituva. O primeiro seria entre os traficantes que querem dominar os bairros e tomar a prefeitura. Existem duas facções poderosas em Imbituva que vivem em conflito: CVT(Comando Verde dos Tongorá) e CVZ (Comando Vermelho vila zazá).

O segundo tipo de conflito é entre traficantes e usuários, ou seja, com os moradores de Imbituva em geral, logo que todos são usuários. Os usuários acusam os traficantes de venderem bosta de cavalo em lugar de maconha e os traficantes acusam os usuários de denunciarem seu comércio a policia, como se os polícias que também dão um tapa na macaca não soubesse.

EducaçãoEditar

As escolas de Imbituva são frequentadas por funkeiros que só pegam as putas da sala e se acham foda. Os professores não tem nenhum controle sobre os marginais, digo alunos, os funkeiros iniciam uma disputa de som, enquanto as putas vão dançando quadradinho de oito. O resto dos alunos (os que não são nem funkeiros nem putas) Arrancam uma folha de caderno e enrolam um baseado. O professor sem saber o que fazer senta na cadeira e também enrola um baseado. E assim se resume a educação imbituvense.

FestasEditar

Em Imbituva diariamente acontece a tradicional festa da maconha e também 3 de maio acontece a festa de aniversário da cidade, nesse dia é feito um grande bolo de maconha onde todos comem e se lambuzam.

DiversãoEditar

A diversão se resume em Bar do Divo, Operário, Industria e fumar um do bão na pracinha.

  • Bar do Divo - É um bar frequentado por usuários de drogas e tomadores de erva-mate, ou seja, é frequentada pela maioria da população. Fica na frente da delegacia, esse é o motivo de encontrarmos com muitos presidiários no local, eles sempre vão tomar uma cervejinha lá. Também ninguém é de ferro, né?
  • Operário - É uma famosa balada onde os manos se encontram, fica ao lado da igreja, então é bem comum se encontrar com algum padre lá dentro fumando um do bão. É o local de diversão mais antiga da cidade, dizem que foi ali que João de Santo cristo foi assassinado.
  • Industria - É o local mais afastado da cidade e também o mais frequentado, ai se reúne os piores tipo de gente, ou seja, a população inteira. Nóias de cidades vizinhas vem até nesse local em busca de drogas, por isso a casa está sempre cheia. A população de Imbituva era bem maior antes de construírem a famosa Indústria, lá a matança é diária. Muitos jovens desapareceram lá, corre boatos de que o famoso cachorro quente que é vendido enfrente a boate é na verdade humano quente.

Grandes eventosEditar

Temos somente um grande evento em nossa cidade. Esse evento ocorre uma vez por ano no parque aquático da cidade, e é conhecido como Moto Fest. Esse evento ficou famoso por contar sempre com a presença de grandes astros do mundo da musica, assim como: Bicudo das Missões, Juarez Cacique, Sábado 14, Ventania, Marcelo D2, Ozzy, entre outras figuras do mundo das drogas.

O Moto Fest é um tipo de evento de motoqueiros e musical, com direito a manobras de motos e exposições de drogas. Os traficantes montam suas barraquinha onde vendem camisetas de rock e drogas, o evento é um sucesso, os imbituvenses passam o ano inteiro guardando dinheiro para gastar tudo em drogas no Moto Fest. As pessoas se acampam três semanas antes de iniciar o evento e só desarmam as barracas depois de três semanas que já acabou o evento. O Moto Fest é um evento de acasalamento, ali o sexo rola em todos os lugares, ninguém fica sozinho, pois devido a quantidade de drogas usadas não existe gente feia e nem opção por gênero sexual, normalmente pega o que tiver sozinho independente de ser homem mulher ou cachorro. O lema do Evento é “coma todo mundo e de pra todo mundo”. Os evangélicos da cidade não gostam muito e sempre aparecem lá para converter o pessoal, pois são contra adultérios, homossexualidade e sexo grupal, mas quase sempre logo ao chegarem ficam excitados e pegam o primeiro gay que verem na frente.

O evento por regra deveria durar dois dias, mas quase sempre acaba sendo sete dias. No primeiro dia as pessoas ficam curtindo as bandas, no segundo dia as pessoas usam muita droga na exposição, no terceiro dia o sexo começa, no quarto dia todo mundo comeu todo mundo e todo mundo deu pra to mundo, no quinto dia as pessoas andam peladas com as pernas abertas, no sexto dia as pessoas começam a morrer afogadas na água do parque, no sétimo dia o evento acaba porque quem prestigiava o evento estão todos mortos.


Tribos de ImbituvaEditar

  • Macleydes - São os consumidores plebas, se acham foda pq tomam erva-mate, mas quando trombam com a CVZ ou CVT mijam nas calças.
  • Moradores - ou também os usuários de maconha que dão lucro para a cidade.
  • Traficantes - Mora nos bairros ricos, o que explicaria a mansão que eles têm. O mais poderoso vive na boca de fumo mais luxuosa da cidade: a prefeitura.
  • Grupo Libertários - São os que defendem a cidade, dizendo que a anarquia é a solução de todos os problemas. Não frequentam as igrejas e são contra a cobrança do 10 % da maconha
  • CVT - Comando Verde Tangará
  • CVZ - Comando Vermelho Zezo
  • PSD - Partido Social dos Dorgados
  • Comissão de Frente - Grupo composto pelos Stiflers da cidade de Imbituva e Ponta Grossa que comandam a mulherada no Trá Trá Trá na região dos Campos Gerais.

Dicionário da populaçãoEditar

0-9Editar

  • 3Oitão - Revorve preferido dos mano, pode se bater um rolo em uma feira do rolo na quebrada mais próxima.

AEditar

  • Alemão - Puliça

BEditar

  • Báia ou baiuca - Casa, barraco.
  • Bagúio - Qualquer coisa que você não saiba o nome, ou referência a maconha.
  • Bera - Cerveja...
  • Bombeta - Boné
  • Busão - Ônibus

CEditar

  • Carái - Interjeição usada no final de toda frase
  • Corres - Atuar como mano.
  • Comédia - Mané, Otário
  • Crêendios pai - exclamação quando algo dá errado

DEditar

  • Dando na TV - Passando na TV
  • De boa - Sossegado.
  • deuzulivre - meu Deus do céu!
  • De vereda - rápido

FEditar

  • Firmeza - Tudo bem/OK

GEditar

  • Gambé - Políça
  • Goma - Casa - saliva

IEditar

  • Íaew seu gay !! - Olá/Oi meu amigo

JEditar

  • Jão - Rapaz

LEditar

  • Luna - Ocúlos escuro
  • Larica - Fome

MEditar

  • Mano - Irmão, chegado, típico tratamento entre maconheiros.
  • Nego drama - Mano Vida Loka

NEditar

  • Nem a pau! - quando a pessoa não vai fazer algo nunca

PEditar

  • Peita - Camiseta
  • Piá: menino, garoto
  • Power Ranger - Policial de Moto

SEditar

  • Sipá - algo que pode dar certo

TEditar

  • Tá me passando o migué. - pessoa que está mentindo para a outra.
  • Tizinh - Senhor
  • Toma papudo. - quando a pessoa tinha razão e o outro estava errado
  • Trampo - Trabalho
  • Truta - Amigo

ZEditar

  • Zé Polvin - Agitador/Fofoqueiro/Pessoa Falsa - entre outras raças...
  • Zomi - Poliça