It Takes Two

Virtualgame.jpg It Takes Two é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, uns metroids chupam a Samus.

Cquote1.svg Você quis dizer: Querida, a Criança nos encolheu! Cquote2.svg
Google sobre It Takes Two
Cquote1.svg Você quis dizer: Jogo da EA que não é da EA. Cquote2.svg
Google sobre It Takes Two
It Takes Two é um jogo co-op onde o seu objetivo é falar mais e jogar menos, mais parecendo um filmes da Pixar e da DreamWorks do que um jogo propriamente dito. Dos mesmos criadores de Querida, Encolhi as Crianças, sua narrativa é praticamente plagiada do terceiro filme Querida, Encolhi a Gente! cujo os criadores do jogo transformaram a história em uma comédia romântica barata. Como o próprio nome diz, são necessário dois miguxos para jogar, por isso nenhum emo pode jogar ou jogará esta maravilha cinematográfica.

São Necessário Dois
It-takes-two-cover.jpg

Não tem a mesma eficácia que Mario Party, mas prepare-se para se irritar muito.

Informações
Desenvolvedor Hazelight Studios
Publicador Electronic Arts (Ew)
Ano 2021
Gênero Todos os jogos possíveis
Plataformas PC, PS4, PS5, Xbox 1 e XSX
Avaliação 90%, jogo sem bugs sempre é bom, principalmente hoje em dia.
Idade para jogar Psicopatas em geral. Cena da elefantinha agradece.

JogabilidadeEditar

 
Esse é um daqueles jogos que vai quebrar as suas expectativas.

Josef Fares, diretor do jogo é doido da cabeça, não fez nem meia dúzia de jogos e já quis dar uma de bruxa, colocou todos os gêneros de jogos possíveis em seu caldeirão, mexeu, mexeu e mexeu fazendo o jogo ser uma grande de uma bagunça. Antes de tudo, o jogo é um plataformer de ação e aventura, diferente de Mario e Sonic, personagens mais famosos desse estilo, o jogo é completamente ao contrário de Dark Souls, sem dificuldade nenhuma podendo os jogadores passarem de cada fase até de olhos fechados.

O jogo apresenta dois personagens feitos de trapos velhos e assim sem muita explicação eles são jogados de fase em fase como se fossem uma bola de vôlei que vai pra lá e pra cá. Cada fase tem sua mecânica, desde coisas simples como atirar em abelhas assassinas e lutar com um esquilo em cima de uma avião, até mesmo coisas mais doidas como cavalgar numa aranha e matar personagens fofos e injustiçados. Embora o jogo contenha uma infinidade de mecânicas, ele também apresenta muita inutilidade, tais como minijogos de descontração, já que a todo o momento o jogo joga na sua cara que você tem que colaborar ao invés de ficar competindo com o amigo do lado, mas convenhamos que as vezes dá vontade de matar o parceiro devido as suas burrices.

HistóriaEditar

 
Criador do jogo mostrando que aqui a EA não mete o bedelho.

Cody e May são dois pais que depois de perderem o tesão um pelo outro decidem se divorciar. Sua filha Rose é uma menina solitária e emo suave (não é gótica, pois ainda não tem noção de moda), depois de receber a notícia da separação dos pais, ela decide se matar se jogando da janela ir chorar debaixo de uma mesa, suas lágrimas caem em cima de dois bonecos que representam os seus pais, em uma forma de mentir pra si mesmo que tudo está bem, mesmo que tudo em sua volta esteja desabando. Uma vez dentro dos bonecos - um em um boneco de ventríloquo e outro feito de adubo - vão atrás da filha para faze-la chorar e reverter essa feitiçaria.

No inicio os personagens principais conhecem o Dr. Hakim, um livro mexicano que embora tenha uma moral questionável, causando dúvidas aos jogadores quanto ao lado que ele está, é o personagem mais engraçado desse jogo, sempre dando instruções para Cody e May se comerem de novo. Nessa primeira parte os jogadores estão numa garagem, onde enfrentam dois chefes, o aspirador de pó que foi trocado por um outro aspirador mais moderno (tendo no final uma morte fatídica) e uma caixa de ferramentas horrenda que também tem uma morte bombástica.

 
Esquilo militar lhe condecorando por sua bravura de co-existir com os insetos.

Na segunda parte a chatice termina e a partir daí que o negócio começa a ficar bom, saindo da garagem, os jogadores são raptados por esquilos militantes, que forçam eles a serem personagens genéricos de TPS, e irem matar abelhas, depois de se aventurarem até no esgoto e matar pelo menos metade das abelhas do mundo, eles não satisfeitos tentam matar um besouro e depois a abelha-rainha, terminando tudo com uma explosão e com fogos de artifício. No final os personagens até mesmo fogem dos esquilos em um avião feito com garrafa pet e uma cueca usada.

Chegando em casa, Cody e May chegam no quarto de Rose, e vão para um planetário, lá eles encontram o balunático, um macaco astronauta que prende eles no espaço para sempre (ou pelo menos pretendia prender eles para sempre). Para escapar do espaço, May encontra dois apetrechos à la Três Espiãs Demais, o cinto encolhedor que faz Cody aumentar ou diminuir de tamanho, e as botas gravitacionais que faz May parecer o Porco-Aranha. Depois deles passarem por puzzles do tipo Little Big Planet e matarem mais um ser (Balunático), eles finalmente chegam em Rose, que não vê eles, a final eles estão sob uma maldição que só pode ser quebrada pela infelicidade dos outros. May então tem uma ideia de Gerico, matar a personagem mais fofa do jogo e fazer Rose chorar.

 
Ambientação foda, mas na maior parte, os jogadores passarão correndo ou deslizando por alguma geleira.

A terceira parte é centrada em um mundo de brinquedos, durante sua estadia por esse baú de velharia, os jogadores passam por dentro de uma piscina de bolinhas infinita, um caleidoscópio (representando a loucura de LSD Dream Emulator), vão para o Acre resolver puzzles com dinossauros de plástico, e até brincam de batalha naval, sendo o último chefe, o lula roxo. Após isso, os personagens passam por um circo, uma cidade de blocos de montar e por fim um castelo, onde o jogo se torna um RPG genérico de magos e cavaleiros. Depois de passar por essa parte enjoativa, Cody e May chegam à Fofinha III, uma elefante rainha que quer espalhar o amor, mas ela é esquartejada e jogada no limbo, onde Rose a encontra e começa a chorar, nesse momento de tristeza, a felicidade reina entre os personagens principais, mas esse voodoo não termina.

Para encurtar essa história melancólica e deprê, Cody encontra uma carta da Rose que revela como quebrar esse encanto, mas antes dele terminar de ler, Dr. Hakim destrói a carta em pedacinhos dizendo que eles ainda não estão prontos para voltarem ao normal, por isso eles devem sofrer mais um pouquinho. O livro ensina a eles quatro palavras mágicas, não por falor, obrigado, desculpa com licença, mas tempo, atração, paixão e paixão (sim de novo), que eles as usarão para passar os próximos desafios. Enquanto isso, você fica chupando o dedo porque eu não contar o resto da história...

PersonagensEditar

 
Dr. Hakim sempre chegando nos momentos mais inoportunos.
  • Cody: O animal macho do pedaço, trabalha em casa e é muito esquecido. Seu boneco é feito de folhas e argila, por isso ele também é ardiloso.
  • May: O animal feminino da parada, é engenheira e a mais inteligente da dupla. Sua boneca é de madeira e , não é à toa que suas palavras são lancinantes.
  • Rose: Rose é a filhados dois ratos acima, menina de poucas palavras nem dá pra dizer alguma coisa interessante sobre ela.
  • Dr. Hakim: O livro do amor, o verdadeiro Kama Sutra, é um filósofo, pensador e X9 em forma de 200 páginas que veio do México para apimentar a relação de Cody e May. No início ele parece ser apenas um anfitrião que guiará os personagens a fazerem as pazes, mas dá mancadas depois que foi dedo duro contando que o aspirador de pó foi trocado, e depois de rasgar a carta que Rose deixou para desfazer o voodoo. No final, consegue se redimir ajudando os personagens a perderem o BV novamente. Suas aparições não são tão corriqueiras, mas quando ele aparece fique esperto que é problema.
  • Pandeiro: Esse instrumento musical não toca nada, nem um pagodinho, ele aparece quando há algum minijogo. Embora não tenha um rosto, ele não é tão inanimado assim.
  • Aspirador de pó: O velho e injustiçado aspirador de pó, conhecido como Sugador, foi trancafiado na garagem e trocado por um outro aspirador mais moderno, por um francês convencido mais especificamente. Morreu cego de combustão espontânea.
  • Balunático: Também conhecido como Moonbaboom, é um orangotango puto espacial que tem missão de proteger Rose, prender formigas no espaço e ser muito irritante. Provavelmente deve gostar de Space Invaders para não largar o osso de ter que batalhar numa navezinha.
  • Fofinha III: A rainha dos brinquedos, ela é muito fofinha. Teve uma morte lenta, pois foi rastejada até ser chutada para morrer de queda. No caminho la perdeu a perna, a orelha e a dignidade. No final ela é consertada e hoje passa a reinar o mundo dos brinquedos com muitas sequelas.