Luiz Sérgio

(Redirecionado de Luiz Sérgio Nobrega)



Cquote1.svg Você quis dizer: Olívio Dutra? Cquote2.svg
Google sobre Luiz Sérgio
Cquote1.svg Quem? Cquote2.svg
Petista pós-Dilma sobre Luiz Sérgio
Cquote1.svg Meu companheiro de barbearia Cquote2.svg
Lula sobre Luiz Sérgio
Cquote1.svg Meu maior cabo eleitoral em Angra dos Reis Cquote2.svg
Sergio Cabral sobre Luiz Sergio
Cquote1.svg Este é um legítimo socialista Cquote2.svg
Petista emocionado com Luiz Sergio

Luiz Sérgio
Sergio Olívio fusão.jpg
Prefeito de Angra dos Reis
Ministro da Dilma
Período 1 de Janeiro de 2013 - 1 de Janeiro de 2017
Partido PT
Nível de honestidade Alto , por incrível que pareça
Perfil
Nascimento
Angra dos Reis, Bandeira do Rio de Janeiro Rio de JaneiroBandeira do Brasil Brasil
Partido PT
Religião Lulismo
Profissional
Profissão Delineador naval e sindicalista
Dados Pessoais
Sexo Masculino, provavelmente

Luiz Sérgio é um delineador naval e petista, que foi prefeito de Angra dos Reis e ministro no Governo Dilma, apesar da incompetência.

TrajetóriaEditar

Luiz nasceu em 1958 no Camboja, quer dizer em Angra e acabou aparecendo nos programas sensacionalistas, como o do Gil Gomes, pois, Luiz Sérgio foi a primeira criança na face da terra à nascer com um bigode e, não era qualquer bigode, era bigode grosso, sendo que mais de 50 anos depois, Luiz serviu de inspiração para aquela música da MC Marcelly. Como já era de se esperar, ele acabou sofrendo muito bullyng na escola por motivos óbvios, além de ter afastado muita guria. No entanto, quando chegou na adolescência isso só o ajudou, afinal, os rapazes tinham medo de brigar com um cara mais velho (sim, como político promissor ele era um mentiroso e alegava ter 50 anos, conforme sua aparência) e as gurias se interessavam, pois queriam saber como era beijar um bigode daqueles, já que elas estavam cansadas das penugens dos outros moleques. Luiz Sérgio queria apenas ser mais um trabalhador estatal que ficava apenas delineando os belos navios que ele havia aprendido a admirar desde a infância, no entanto, devido à influência dos seus colegas delineadores, acabou entrando para o sindicato. Como não havia ninguém que quisesse liderar e ser o mais surrado do grupo, colocaram o Luiz Sérgio já que ele era jovem e aguentaria melhor as pancadas e os jatos d'água que levaria das forças policiais. Sendo assim o próximo passo na carreira de Luiz foi filiar-se ao PT, onde foi muito bem-vindo já que no partido havia muitos bigodudos como ele, e ele podeira se tornar o Olívio Dutra carioca e chegar ao governo estadual. No entanto, Luiz não esperava que na verdade, estava entrando no Partido da Boquinha e que se ali permanecesse, nunca teria chance de governar o estado, por que o partido sempre teve outras preferências.

Prefeitura de AngraEditar

Entre 88 e 92, Luiz era vice-prefeito, não fazendo absolutamente nada, apenas recebendo grana pra tingir o bigodão. Depois de ficar na reserva como vice, ou melhor, como decoração, Luiz foi eleito prefeito de Angra dos Reis e fez uma gestão tão boa, mas tão boa que nunca mais retornou e teve que se contentar com a vaga no legislativo federal, representando a cidade e também o patrão. Em 2010 participou da maior vergonha da história do PT e da política carioca ao participar ativamente e veementemente da campanha de Sérgio Cabral Filho para ditador do RJ, tudo isso com as bençãos do chefão Lula, que enxergava em Sérgio um filho, seu escolhido pra roubar o Rio; enquanto Luiz Sérgio, Vladimir Palmeira e Jorge Bittar chupando dedo.

MinistérioEditar

Como recompensa por ajudar Dilma e Lula a botar o Cabralzinho no poder, Luiz ganhou o cargo de Ministro das Relações Institucionais, que não serve para nada, apenas para relacionar as instituições, mas como isso não o agradava resolveu fazer um troca-troca com a Ideli Salvatti e foi pro Ministério da Pesca, enquanto a dona Ideli foi para o MRI, onde estava o Luiz. Mas como a dona Dilma precisava agradar seus cumpanheiros, Luiz foi demitido e em seu lugar ficou o extremamente comunista Marcelo Crivella, que hoje não quer saber do PT nem pintado de ouro e ambos fingem que tais carnavais nunca existiram.

Campanha de 2018Editar

Em 2018, o batalhão lulista convocou Luiz Sérgio para a linha de frente para concorrer ao congresso federal, provavelmente ganhando algum ministério como recompensa. Enfim, além da total aversão ao petismo e ao cabralismo que os cariocas possuem, o nosso querido Luiz para evitar todo esse peso o que ele resolve fazer... coloca o nome de Lula no material de campanha sendo que em alguns outdoors o nome de Lula aparece maior que o do Luiz, tudo isso para buscar o eleitorado "mais pobre", ou seria eleitorado mais burro. Não sei, aliás é melhor nem saber. Ops! Já ia me esquecendo que Luiz, assim como mais de 8000 petistas cariocas abandonaram a filosofa defensora de assalto Márcia Tiburi no meio da campanha, e partiram apoiar o Eduardo Paes, já que ninguém votaria numa tola como a Márcia, mas esqueceram é que ninguém votaria no Paes no 2° turno (pois é, votaram em coisa pior). Como consequência, Luiz foi derrotado, sendo mais uma das vítimas da onda bolsonaro que vai voltar em 2022 e fazer a revolução proletária tomando o congresso e instalando a ditadura Lulopetistas no Brasil, novamente.

 
Santinho do Luiz Sérgio, praticamente pedindo pra não ser votado

AtualmenteEditar

Finalmente Luiz conseguiu paz na vida e hoje descansa bem sua aposentadoria indo na praia com a família enquanto bebe uma Antarctica geladinha e fica debaixo do guarda-sol, mais tarde ele sempre retoca a tinta do bigode e mancha a cara da esposa ao beijá-la. Luiz desativou suas redes sociais, por que já estava cansado de ser xingado de ladrão só por que estava num partideco repleto de ladrões. Mas pera aí, vocês acharam que ele largaria assim tão fácil, nada disso, parece que ele já se tocou que no PT não havia mais espaço para honestidade e talvez migre para o PSB, o problema vai ser aturar os chiliques do Alessandro Molon, que não vai querer que o bigode do Luiz atrapalhe sua campanha e não quer gente feia lhe fazendo companhia e ofuscando seu brilho.

SemelhançasEditar

Uma coisa é fato, Luiz e Olívio nem são parecidos, eles tem apenas o bigode em comum e isso já é o bastante para confundi-los, além de confundir com o Aloizio Mercadante também. Mesmo assim, há ainda muita gente no PT que os confunde, aliás, não só no Brasil mas no Brasil todo, sendo que varias empresas já tentaram passar suborno para o Luiz pensando que ele fosse o Olívio, enquanto o Olívio quase foi preso pois, o haviam confundo com o Luiz. Mas sujeitos como Ptolomeu e Pedro Pedreira alegam serem parecidos com o Luiz, que já lhes disse: - Não me venham com chorumelas! e planeja na próxima campanha ir para o PSB e usar o slogan Luiz 40, só não me vence quem não tenta.

Ver tambémEditar