Seleção Eslovaca de Futebol

Este artigo foi feito por quem já ganhou Copa do Mundo

Copa Trofeus.JPG

Morra de inveja MWAHUAHUAHUAH!

Eslováquia
Slovensky Futbalovy Zvaz.gif
Lema: Em busca de um milagre sonho.
Local: Bratislava
Confederação: UEFA
MELHOR Resultado: Três 7-0
contra Liechtenstein em (08/09/2004)
dois contra o todo-poderoso San Marino
(13/10/2007 e 06/06/2009)
PIOR Resultado: Argentina 6-0 Eslováquia (22/06/95)
Fornecedor: O governo
Apelido: Os Sovacos do Leste
Ídolos: Marek Hamšík, Róbert Vittek
Mascote: Javali
Hino: Quem sabe na próxima.
Títulos: Por enquanto nenhum


Seleção Eslovaca de Futebol é um timeco relativamente recente surgido com o fim da Tchecoslováquia. Na verdade a separação foi boa para os eslovacos, porque nunca um jogador eslovaco era convocado para jogar pela Checoslováquia devido ao mau cheiro de seus sovacos, e agora todos poderiam bater uma pelada nos campeonatinhos europeus em sua seleção nacional.

Apesar de usar o mau cheiro como arma secreta principal, a Eslováquia nunca conseguiu bons desempenhos nas eliminatórias, pois os europeus já estavam acostumados a anos a jogar contra a França.

Desde então a Eslováquia passou a se dedicar a fazer figuração no cenário europeu. Durante anos o ídolo da torcida foi o atacante Róbert Vittek, que depois da Copa de 2010 se acabou e seu futebol sumiu. Hoje o principal jogador é o meia Marek Hamšík, apesar de não fazer muitos gols pela seleção.

Eliminatórias Copa do Mundo de 2010Editar

Jogadores eslovacos imunes ao resfriado, usam a neve a seu favor contra os polskis.

Depois de anos fazendo figuração na Europa, a Eslováquia classificou-se por acaso para a Copa do Mundo de 2010 até hoje não se sabe como, depois que República Checa, Eslovênia, Polônia e Irlanda do Norte (San Marino já é um caso perdido então não conta) ficaram de merda e conseguiram entregar a vaga para a Eslováquia, como líder do Grupo 3 com 22 pontos ...

Copa do Mundo de 2010Editar

Seleção estreante na copa do mundo como país independente, se alguém precisar manipular para criar um grupo fácil, com certeza pensará na Eslováquia, que nos amistosos preparativos para a copa, contra times mais ou menos, só levou porrada e goleada.

Já estreou passando vergonha perdendo de 2-0 pro Paraguai, depois empatou em 1-1 com a Nova Zelândia (com Vittek fazendo gol em posição ilegal) e na última rodada conseguiu a façanha de derrotar os italianos por 3-2. Você até pensa que fez bonito ao eliminar a Itália, mas depois que você vê na tabela que a Azurra empatou com a Nova Zelândia, é sacanagem, ganhar daqueles caras era obrigação.

Na inédita oitava de final da seleção, não foi páreo para a Laranja Mecânica, 2-1.

Eliminatórias Eurocopa de 2012Editar

A Eslováquia pegou uma espécie de grupo da morte com Rússia, Irlanda, Armênia, Macedônia e a baba do grupo Andorra. A seleção não foi tão bem quanto o esperado e terminou em 4° no Grupo B com 15 pontos, o melhor destaque foi ter sido a responsável pela única derrota russa, 1-0 em Moscou, contra Andorra todo mundo imaginou que venceria por 5 gols ou mais mas só venceu de 1-0 as duas partidas e o que marcou os eslovacos nessa eliminatória foi a humilhação que sofreu da Armênia, 3-1 em 2010 e 4-0 fora o baile em 2011 dentro de casa (curiosamente a soma dos dois placares dá 7-1), o 4-0 em Žilina até hoje é motivo de zoação, o jogo ficou conhecido como "Pod Dubňomaço".

Eliminatórias Copa do Mundo de 2014Editar

A seleção nessa eliminatória estava realmente irreconhecível, era uma das três seleções fortes do Grupo G ao lado de Bósnia e Grécia, e os outros adversários do grupo eram Lituânia, Letônia e Liechtenstein (tecnicamente as três "babas" do grupo), mas até contra eles passou vergonha. Mesmo terminando o grupo em 3° a Eslováquia só venceu 3 partidas na campanha decepcionante na eliminatória, vai vendo: Estreou empatando em 1-1 com a Lituânia em Vilnuis, depois venceu Liechtenstein por apenas 2-0, suou pra derrotar a Letônia por 2-1 e no jogo seguinte perdeu pra Grécia por 1-0 em Bratislava. Continuando o vexame em 2013 empatou de novo em 1-1 com a Lituânia em VaŽilina, caprichou no vexame empatando em 1-1 com Liechtenstein em Vadias Vaduz, no jogo seguinte surpreendentemente derrotou a Bósnia por 1-0 em Zenica com um gol milagroso de Pečovský, 4 dias depois a Bósnia se vingou e venceu os eslovacos por 2-1, no jogo seguinte perdeu de 1-0 pra Grécia num gol contra bizonho, Škrtel foi tocar pro goleiro Mucha que furou a bola (grande goleiro!) e na última rodada vencia a Letônia por 2-1 em Riga até os 46' do segundo tempo quando Rode empatou pros leitões letãos e completou o vexame da Eslováquia. Fechou o grupo com 13 pontos, 12 atrás do segundo colocado Grécia.

Eliminatórias Eurocopa 2016Editar

No apuramento para a eurocopa na França a Eslováquia pegou um grupo que basicamente tinha dois adversários complicados: Espanha e Ucrânia, uma mais ou menos que era a Bielorrússia (que não era tão ruim quanto é hoje) e duas babas: Luxemburgo (a seleção é não o treinador seu idiota) e Macedônia (que se classificaria pra Euro de 2021), eis os resultados: estreou vencendo a Ucrânia em Kiev por 1-0 (no último lance do jogo Pyatov foi pra área e fez um gol anulado); depois protagonizou seu maior destaque nas eliminatórias vencendo a Espanha na marra por 2-1 com direito a frangasso de Casillas na cobrança de falta de Kucka; três dias depois venceram a Bielorrússia por 3-1 em Borisov; num jogo apitado por Pedro Proença (ídolo do Sporting) venceu a Macedônia (que não contou com Pandev em nenhum jogo da competição) por 2-0; agora no ano novo em 2015 meteu 3-0 em Luxemburgo; ganhou suado da Macedônia de 2-1; perdeu a primeira pra Espanha de 2-0 em Oviedo; 0-0 com a Ucrânia; na penúltima rodada conseguiu perder em casa pra Bielorrússia de 1-0, Dragun (ou Drahun tanto faz) fez o gol e salvou bola quase em cima da linha (Hleb não jogou porque provavelmente estava bêbado) e pra fechar o caixão meteu 4-2 em Luxemburgo fora de casa e se classificou em 2° no Grupo C com 22 pontos. Hamšík não faz muito gol mas foi o artilheiro do grupo junto com Paco Alcácer com 5 gols.

Eurocopa de 2016Editar

A primeira euro do time como país independente começou com derrota pro estreante País de Gales por 2-1, depois venceram a Rússia (cujos torcedores estavam vandalizando a euro junto com os ingleses) por 2-1 com Hamšík fazendo um puta golaço, na terceira rodada empatou sem gols com a Inglaterra e se classificou pras oitavas entre os melhores terceiros colocados, ou seja, o regulamento ajudou. Nas oitavas não resistiram a Alemanha e tomaram um vareio de 3-0, vingança dos alemães da derrota pra mesma Eslováquia por 4-1 num amistoso em 2016.

Principais jogadoresEditar

O que há na maioria é um compilado de galegos que ficam correndo atrás de uma bola durante 90 minutos. Além de Marek Hamšík, a Eslováquia já teve alguns jogadores que se destacaram entre os bucha' de canhão como o atacante Róbert Vittek e o zagueiro Martin Škrtel (que jogou anos no Liverpool FC), mas ele já se aposentou da seleção e a defesa ficou uma bosta, já que o lateral Peter Pekarík não sabe defender direito, sem contar o frangueiro Ján Mucha, que felizmente foi substituído por Martin Dúbravka.