Seleção Norte-Coreana de Futebol

Este artigo foi feito por quem já ganhou Copa do Mundo

Copa Trofeus.JPG

Morra de inveja MWAHUAHUAHUAH!


Coreia do Norte
Escudo Coreia do Norte.jpg
Lema: Heil Kim Jong Il!
Local: Ping Pong
Confederação: AFC
MELHOR Resultado: 21-0 contra a fortíssima seleção de Guam (11/03/2005)
PIOR Resultado: Portugal 7-0 Coreia do Norte (21/06/2010)
Fornecedor: Exército
Apelido: Vira-Latas
Ídolos: Kim Jong Il, Jong Tae-Se, Jong Il-gwan
Mascote: Biribinha Atômica
Hino: Marchinha do titio Kim
Títulos: {{{Títulos}}}


Cquote1.svg MWAHAHAHAHAHA! Cquote2.svg
Seleção Vietnamita de Futebol sobre o 5-2 em 2016

Cquote1.svg Você quis dizer: Seleção Kaboom de Futebol Cquote2.svg
Google sobre Seleção Norte-Coreana de Futebol
A Seleção Norte-Coreana de Futebol é um pelotão da artilharia de bolinhas de gude do Exército de Kim Jong II disfarçado de seleção futebolista, conhecidos na Ásia pelo apelido de "vira-latas" por só jogarem contra seleções de altíssimo nível como Irã, Indonésia e Filipinas e ainda assim conseguirem apanhar. Apanhar no futebol, porque na porrada, a seleção da Coréia do Norte não afina para ninguém.

Seleção Norte-Coreana de Dança de Salão.

Durante toda sua história ficou em último lugar em 400 eliminatórias asiáticas em que participou, exceção por duas vezes, sendo uma em 1966, porque metade da Ásia temia virar um Vietnã e em 2010, cuja seleção era metade japonesa. Jogou 5 Copas da Ásia, e o máximo foi um 4° lugar em 1980.

Em 2016 a seleção passou uma das maiores vergonhas de suas história, conseguiu tomar um sacode de 5-2 do Vietnã.

Fantástica Seleção de 1966Editar

 
CHUPA ITÁLIA!!!


A Coreia do Norte foi a seleção surpresa da Copa do Mundo de 1966. Estreou na competição tomando uma sapeca-ia-ia de 3 a 0 da União Soviética, estratégia usada pelos norte-coreanos para se fingirem de cachorro morto (para honrar o apelido). Na sequência do grupo empatou com a porcaria do Chile com gol cagado no último segundo marcado pelo Bruce Lee norte-coreano.

A grande surpresa foi a vitória de 1 a 0 sobre a poderosa Itália, que se derreteu com a marcação homem-a-homem dos coreanos.

Além de se fazerem de cachorros mortos, a Coreia do Norte tinha outras táticas na manga, no intervalo do jogo todos os jogadores trocaram de camisa para entrarem os reservas descansados e darem uma canseira na Itália, como o time inteiro era formado de mestres xaolins gêmeos, a arbitragem jamais notou. Com essa vitória a surpreendente Coreia do Norte eliminou a Itália na maior zebra de todos os tempos da história das copas.

Nas quartas de final, contra Portugal, a Coreia do Norte fez um 3 a 0 ninja rapidamente, parecia até Winning Eleven, até que Eusébio (o Allejo português) atacante apelão do caralho, decidiu jogar e fez 4 gols e virou a partida para 5 a 3 a favor de Portugal e interrompeu o sonho do título mundial para a Coreia do Norte.

Parece que o time de 1966 estava dopado, porque depois daquele ano, a Coreia do Norte ficou na lanterna durante 10 eliminatórias consecutivas desistindo, perdendo de W.O., tendo seus jogadores sumindo misteriosamente, ou tomando goleadas mesmo.

Eliminatórias Copa do Mundo de 2010Editar

A jornada dos norte-coreanos rumo à África do Sul começou contra a fortíssima Mongólia, o time de Gengis Khan não viu a cor da bola, 4-1 e 5-1 fora o baile. No terceiro round passou em 2° no Grupo 3 junto com os mesmos 12 pontos mas saldo menor que a vizinha, deixando pra trás comendo poeira Jordânia e Turcomenistão. Na fase definitiva a história se repetiu, no Grupo B se classificou em 2° lugar pra Copa do Mundo de 2010 com 12 pontos, 4 atrás da vizinha Coreia do Sul e a Arábia Saudita foi tentar a sorte contra o Bahrein e Irã e Emirados Árabes Unidos foram chorar na cama.

A seleção de 2010Editar

 
Exército Seleção Norte-Coreana marchando treinando.
 
Torcida Feminina da Seleção da Coréia do Norte.

A atual seleção norte-coreana conseguiu o milagre da classificação para a Copa do Mundo de 2010 após eliminar a Arábia Saudita, que sempre classificou mas sempre fez merda na copa.

Essa classificação se deve graças à FIFA, que lavou dinheiro "investindo" 2 bilhões de dólares no futebol norte-coreano e pelos filhos de coreanos nascidos no Japão, que de tanto sofrerem bullying na escola, resolveram jogar pela seleção de Pyongyang só para arrebentar os japoneses dentro do campo.

Para a preparação para a tão esperada Copa de 2010, a seleção norte-coreana demonstrou seriedade, marcando amistosos com potências do futebol como Atlético Sorocaba e a seleção de beisebol da Venezuela, conseguindo empatar em 0 a 0 com os súditos de Hugo Chavez.

Também empataram com os gregos, mas quem levou anos para derrotar os troianos jamais conseguiria derrotar os norte-coreanos em noventa minutos mesmo.

 
Jong Tae-Se, infeliz com o placar, decidiu fazer faltas.

Na copa de 2010 eles já estrearam brilhando, perdendo para Brasil bem até eu não vejo motivo da vergonha , porém no segundo jogo os norte coreanos provaram ser fregueses dos Portugueses , se na copa de 1966 eles perderam de 5 a 3 nessa eles foram massacrados pelos Portugas por 7-0 , era pra sair uns 49 a 0 mas Portugal estava sem vontade de jogar , No último jogo eles apanharam de novo para a drogba da Costa do Marfim de 3 a 0 , Na colocação eles ficaram na posição 32º , ficando acima apenas da seleção inexistente.

Mandante Placar Visitante Comentário
Brasil 2 - 1 Coréia do Norte O primeiro jogo, Ji Yun-Nam marcou para os asiáticos.
Portugal 7 - 0 Coréia do Norte MWAHAHAHAHAHA! e os brasileiros só fizeram 2-1
Costa do Marfim 3 - 0 Coréia do Norte Kim Jong chorou!!

Copa da Ásia de 2011Editar

O torneio disputado no Catar foi péssimo pra Coreia do Norte, nem sequer conseguiram fazer um gol, começou com um 0-0 com os Emirados Árabes Unidos, depois perdeu de 1-0 para o Irã e por fim perde de 1-0 pro Iraque e com um 3° lugar no Grupo D, voltam pro Cafofo de Kim Jong-un.

Eliminatórias Copa do Mundo de 2014Editar

Pegou um grupo com Uzbequistão, Japão e Tadjiquistão. Ainda conseguiu vencer um jogo contra o Japão por 1-0, mas só somou 7 pontos ficando em 3° no Grupo C à frente apenas dos bunda moles do Tadjiquistão que só somaram 1 ponto (1-1 com eles) e não foram à próxima fase, longe da copa do mundo no Brasil para a fúria do chefe Kim Jong-un que ameçou matá-los.

Craques da Seleção Norte-CoreanaEditar

 
Jong Tae Se, comemorando mais um japonês arrebentado gol
 
Os artilheiros norte-coreanos são muito bons, sobretudo nos tiros de media e longa distância, chutar para o gol que é problema...

Jong Tae-Se, é um filho de sul-coreanos nascido no Japão que cresceu levando cascudos na escola e resolveu jogar pela Coreia Do Norte para poder dar mais porrada nos japoneses.

Jong Tae-Se, conhecido como Wayne Rooney asiático, é recordista de cartões vermelhos no campeonato japonês por arrebentar os jogadores japoneses para se vingar dos tempos da escola, tendo assim um estilo muito semelhante ao do brucutu britânico.

Para poder jogar o seu estilo plenamente, Jong Tae-Kown-do joga pelo Kawasaki Frontale, que vem a ser uma filial do Grêmio de Porto Alegre, sobretudo pela pancadaria e menos pela viadagem, onde faz um gol a cada dois jogos e quebra dez japoneses por partida, incluindo os colegas de equipe.

Além de Jong Tae-Se, mais dois japoneses coreanos nascidos no Japão jogam pela seleção do Kim Jong II: Ahn Young-Hak (saúde!) e Ryang Yong-Gi (é a mãe!).

Estilo de JogoEditar

 
Seleção norte-coreana treina estilo gaucho de futebol para enfrentar o time do Dunga
 
Jogador da Coréia do Norte batendo jogando

Segundo os comentaristas do esporte, a especialidade dos norte-coreanos são as voadoras, chutes, carrinhos e golpes de Tae Kown Do contra os adversários,principalmente se forem japoneses. Mas também são especialistas em tiros de longa, curta e média distância, que oscilam entre verdadeiros petardos, bombas e tiros a queima-roupa (principalmente na nuca) contra os goleiros.

Apesar de serem bons chutadores por treinarem até morrer e continuar treinando após a reencarnação como todo asiático, não dá para se dizer que os chutes de seus jogadores são como mísseis teleguiados, pois seu quarto-zagueiro Kim Sung Park Kim disparou uma bomba em direção ao gol japonês no estádio de Tóquio e a bola foi atingir um indiano na região da Caxemira, desencadeando mais uma guerra separatista. O que atrapalha a pontaria dos jogadores norte-coreanos é o fato da bola ser redonda e estar quase sempre se movimentando durante o jogo.

VídeoEditar