Seleção Togolesa de Futebol

Este artigo foi feito por quem já ganhou Copa do Mundo

Copa Trofeus.JPG

Morra de inveja MWAHUAHUAHUAH!

Togo
Togo FA.png
Lema: Na próxima a gente tenta de novo
Local: Lomé
Confederação: CAF
MELHOR Resultado: 6 - 0 contra Suazilândia (11/11/2008) e Maurício (12/11/2017)
PIOR Resultado: 7-0 pra Marrocos (28/10/1979) e Tunísia (07/01/2000)
Fornecedor: ET Bilu
Apelido: Gaviões Inglórios
Ídolos: Emmanuel Adebayor
Mascote: Gavião Capado
Hino: Tente não rir
Títulos: Nada


Cquote1.svg Você quis dizer: Adebayor e mais 10 Cquote2.svg
Google sobre Seleção Togolesa de Futebol
Cquote1.svg Togo cru pegando fogo Cquote2.svg
Tiozão fazendo piada infame

A Seleção Togolesa de Futebol é uma pobre seleção africana que ainda busca seus dias de glória. Possui apenas uma única estrela na história, o centroavante Emmanuel Adebayor, maior artilheiro da seleção e jogador com mais partidas (87 partidas e 32 gols, jogando pela seleção desde 2000). Manda seus jogos no Estádio Caguei Kégué. O bizarro é que o escudo da seleção fica do lado direito da camisa, e na hora do hino nacional eles botam a mão do lado direito??!!

HistóriaEditar

Surgiu quando ainda era colônia da   França, o time era formado por garotos descalços e o treinador era um mecânico bêbado. Resolveram montar um time pra jogar com a Costa de Ouro (hoje conhecida como   Gana em 13 de Outubro de 1956, o jogo terminou 1-1. Depois que os franceses foram chutados pra fora do país após a independência em 27 de Abril de 1960, os pobres togoleses acharam que sua seleção se tornaria uma das melhores do continente, mas foi uma doce decepção, o time não tinha dinheiro e os jogadores não tinham habilidade, tendo que pagar as contas vendendo papel higiênico na rua. Pra terem alguma chance de disputar algum torneio, os jogadores decidiram tomar vergonha na cara e treinar, assim a seleção ficou de horrível para mediana (talvez) e pelo menos disputou a Copa Africana de Nações.

Eliminatórias Copa de 2006Editar

 
O Dream Team.

Foi uma campanha bem sucedida para os togoleses, com Adebayor em grande fase marcando 11 gols.   Togo terminou em primeiro no grupo com 23 pontos (7 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota) e conseguiu a surpreendente classificação direta para a Copa do Mundo de 2006 na   Alemanha. Entretanto a campanha foi marcada por polêmicas, como a de que os dirigentes da seleção teriam pagado os árbitros nas partidas contra   Mali (27/03/2005) e   Zâmbia (05/06/2005), no jogo contra Mali em Bamako que Togo venceu por 2-1, os malineses ficaram tão putos que causaram um tumulto quebrando carros, lojas e querendo castrar o árbitro ganês Justus Agbenyega e os jogadores de Togo, também houve polêmica na vitória de 4-1 sobre a Zâmbia com o árbitro marroquino Mohamed Guezzaz tomando decisões a favor de Togo, que a partir de então passou a ser conhecida na África como o "Corinthians das Seleções" ou a "França Africana". Então com uma "leve" ajuda da arbitragem, Togo se classificou para a Copa de 2006.

Copa de 2006Editar

A única copa que Togo disputou em sua história. Caiu no Grupo G com   França,   Suíça e   Coreia do Sul. Estreou contra os sul-coreanos em Frankfurt (13/06/2006), abriu o placar com Mohamed Kader, mas na etapa final a Coreia virou com Lee Chun-soo e Ahn Jung-hwan, a Coreia que não jogou porra nenhuma, só fez os dois gols cagados. O segundo jogo foi com a Suíça em Dortmund (19/06/2005), partida vencida pelos suíços por 2-0 (gols de Alexander Frei e Tranquillo Barnetta), se nas eliminatórias Togo foi beneficiado pela arbitragem, nesse jogo ocorreu o inverso, houve um pênalti contra Emmanuel Adebayor que o árbitro paraguaio (tinha que ser) Carlos Amarilla não marcou (foi a copa do mundo com mais pênaltis não marcados de todos os tempos). Encerrou sua participação na competição contra os franceses, clássico duelo entre ex-colônia e metrópole, em Colônia (olha aí a indireta!) em 23 de Junho, a França venceu por 2-0, gols de Patrick Vieira e Thierry Henry. A participação de Togo na copa também foi turbulenta, os atletas acusaram os dirigentes da federação local de não pagar o prêmio em dinheiro pela participação no mundial, que vinheram com a desculpa de só pagar se o time se classificasse para as oitavas, como foi eliminada com as duas primeiras derrotas, ameaçaram não entrar em campo e o cu dos dirigentes não seria perdoado, o que obrigou a Fifa a se intervir e pagar logo de uma vez para não ter caos. Mais tarde, não satisfeitos com a primeira polêmica, ainda reclamaram com a Fifa dizendo que o valor do prêmio pago era insignificante, mas aí a Fifa botou o pau na mesa e mandou toda a seleção togolesa ir tomar no meio do cu, falando que o valor da premiação pela participação era igual para todos, para calar a boca dos togoleses, mostrou os balanços da entidade e exigiu um pedido de desculpas, o que foi imediatamente feito (para que a seleção não fosse excluída dos campeonatos).

Copa Africana de NaçõesEditar

 
PUTA QUE O PARIU!!! TOCA ESSA BOLA, ARROMBADO!!!

Participou de 8 edições, mas o máximo que conseguiu foi chegar as Quartas-de-Final em 2013.

Acidente Aéreo em Serra LeoaEditar

Depois de enfrentar   Serra Leoa em 03 de Junho de 2007 pelas Eliminatórias da Copa Africana de Nações de 2008 fora casa (que Togo venceu por 1-0, gol de Yao Jr Sénaya, o helicóptero (da Sapatos Paramount Airlines) que transportava a delegação explodiu no aeroporto Lungi Internacional Airport, (mostrando a péssima qualidade da companhia, tudo lataria velha voadora) matando 20 membros da delegação oficial de esportes e o Ministro de Esportes Richard Attipoe, os jogadores da seleção não ficaram entre as vítimas, que junto com os oficiais tiveram que esperar o próximo "helo" (helicóptero).

Ataque Terrorista em 2010Editar

Como se não bastasse o acidente em 2007, o catimbó contiuava solto pra Togo, no dia 08 de Janeiro de 2010, 5 minutos depois do ônibus da seleção togolesa crusar a fronteira com Tangamandápio   Angola para disputara Copa Africana de Nações, houve uma emboscada por parte do grupo rebelde Talibã Cabinda (que luta pela independência da região) metralhou o ônibus, matando o motorista, um assessor de imprensa e um assistente técnico, 2 jogadores ficaram feridos. Togo no dia seguinte se retirou da competição e Emmanuel Adebayor anunciou a aposentadoria da seleção de tão puto que ficou, mas depois mudou de ideia da estupidez que fez (ele não foi o responsável pelo atentado, caralho!) e voltou a seleção em Novembro de 2011.

Jogadores De DestaqueEditar

  • Emmanuel Adebayor
  • Mamam Cherif-Touré
  • Mathieu Dossevi
  • Coçei a garça Kossi Agassa
  • Mohamed Kader
  • Djené Dakonam
  • Serge Gakpé
  • Alaixys Romao
  • Floyd Ayité
  • Jonathan Ayité

Ver TambémEditar