Taguaí

Dercy gonçalves.JPG Um artigo sem imagens deixava Dercy muito puta!
Essa merda de artigo possui poucas ou nenhuma imagem, cacete!. Adicione novas imagens no artigo aí, porra!

Taguaí é uma cidade que ninguém conhece, e uma palavra de origem tupi-guarani que significa "jeans". Sua principal atividade econômica é o jeans. O município é conhecido mundialmente por causa do "jeans".

HistóriaEditar

Historiadores contam que na região, habitava uma tribo indígena, os quais foram os verdadeiros criadores do jeans. Usavam adornos, cocar, redes, tanga, saiote, faziam fogueiras, tudo com jeans. Anos após a colonização, depois de dominarem as técnicas de confecção, os colonizadores levaram o tecido para a França, que posteriormente difundiu o produto para o mundo.

EconomiaEditar

É a cidade que mais cresce na região, talvez por mérito próprio. Porém, segundo as más línguas, a cidade é a que mais cresce devido a incapacidade de crescimento das cidades vizinhas.

TurismoEditar

Os pontos turísticos da cidade são, o Cristo (óbvio), o Barzão, Lanchonete do Flash (Tropical), Lanche do 18 e também do André (citando os dois que é pra não dar briga), Feira da Lua, Campão do Soldera, Gruta da Agua Virtuosa e Fartura.

InfraestruturaEditar

TransportesEditar

As ruas da cidade são largas, para poder comportar o transito de pedestres que ali transitam, principalmente nos horários de pico de saída e entrada das fabricas. Recentemente motoristas apresentaram um abaixo-assinado para o prefeito municipal, solicitando alargamento das calçadas para que pudessem transitar tranquilamente com seus veículos motorizados.

CulturaEditar

IdiomaEditar

Taguaí tem um sotaque típico, único na região, uma espécie de dialeto que mescla palavras com gritos e sussurros. A língua-tigüera possui uma infinidade de palavras, ou gírias, como são conhecidas na língua portuguesa, e que ninguém, nem mesmo os próprios moradores sabem de onde é que veio e o que significam.

LazerEditar

O período colonial de Taguaí se divide em APJ e DPJ, "Antes do Padre João" e "Depois do Padre João", renomado pároco que deixou a Itália para botar ordem na cidade e não deixava sequer assistir missa vestindo camisa de time de futebol. Depois da sua morte, até show com artista famoso a famosa Festa do Peão de Taguaí começou a realizar.

Por falar em festa do peão, Taguaí também é famosa por conta deste evento que tem como ápice, a cavalgada, que é realizada no domingo de manhã (ultimo dia de festa), onde podemos apreciar os tratores com montanhas de alto-falantes ao som de funk carioca e um saboroso churrasco regado com muita cerveja, as gigantes camionetes dos agroboys da região (porque na cidade ninguém tem tanta grana assim) e um ou outro cavalo. Todos lindamente bem trajados, com botina, calça jeans (é claro), seu cinto com fivelão, sem camisa, o tradicional chapelão e óculos de sol espelhado, incrivelmente bêbados e felizes. As damas, trajando suas vestes características, bem apertadas, o celular no bolso traseiro com a metade pra fora, assim como a barriguinha pulando pra fora da calça.