Tower Bloxx


Virtualgame.jpg Tower Bloxx é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, alguém erra a pronúncia da palavra "Xweetok".

Cquote1.svg Você quis dizer: Jenga Cquote2.svg
Google sobre Tower Bloxx
Cquote1.png Experimente também: Jogos pra jogar dormindo Cquote2.png
Sugestão do Google para Tower Bloxx
Tower Bloxx é um jogo tipo Sincity de construir arranha-céus lançando para trocentas plataformas. Foi primeiramente lançado em 2005 como um jogo flash de péssima qualidade, que até a maioria que gostava de empilhar blocos quando criança, passava longe por dele, sendo descoberto anos depois com sua versão 3D. Teve muitas outras versões, podendo confundir algumas pessoas burras, pensando que isso é uma série ao invés de um jogo que recebeu remakes e remakes ao longo de menos de 6 anos, ademais, todas as suas versões são o mesmo enche linguiça.

Tower Bloxxx
Towerbloxxtitle.jpg
Informações
Desenvolvedor Digital Chocolate
Publicador Digital Chocolate
Ano 2005
Gênero Puzzle
Plataformas Várias
Avaliação Ah, sei lá
Idade para jogar Livre

Desenvolvimento e ConceitoEditar

A ideia para Tower Bloxx é simples, antes dele existia o jogo Drop the Box, um jogo de empilhar caixas. No entanto o que era uma coisa feita por autistas, se tornou uma ideia interessante para copiar e reformula-la. No inicio dos anos 2000, a única coisa que se tinha para simular a construção era o simcity, mas seus comandos eram muitos difíceis para os gamers de primeira viagem. Por isso Tower Bloxx transformou o modo de como se jogar jogos, fazendo uma ideia simples ser considerada chata fácil, o que explica o número elevado de jogadores com idades a de baby boomers.

Você pode até pensar que Tower Bloxx é um jogo para bebês (foda-se fique com sua opinião), porém é um jogo leve que roda até em um ábaco, e que diverte até a tua avó rockeira enquanto ela está esperando eternamente numa fila de banco.

JogabilidadeEditar

 
Invejosos dirão que isso é uma foto photoshopada, porque na verdade a terra é plana.

Não confunda com simulador de pedreiro, é importante destacar que nenhum engenheiro deve se formar a partir de um jogo desse (ou sim). Enfim, esse jogo mostra aos macacos bípedes de que empilhar não é lá tão difícil.

O primeiro modo do jogo é o construir uma cidade, ou seja, construir um escarcéu. Nesse modo você empilha quartos de um prédião, onde o seu objetivo é juntar mais pessoas ao seu barracão, sendo que elas vêm de guarda-chuva à la Mary Poppins, quanto mais certo for o encaixe, mais bonito será seu objeto fálico, além de interessar mais pessoas. Dito isso, não avacalhe sua obra-prima derrubando seu arranha-céu por completo, por que isso pode vir a acontecer.

O segundo modo é uma construção rápida, ou sem fim. Nesse modo o jogador passar um bom tempo jogando essa joça, e enquanto você joga, você fica com sono, pesa na morte da bezerra, pensa se você realmente tem duas vacas, pensa o que você vez no verão passado, pensa se alguém sabe o que você fez no verão passado, volta a pensar na morte da bezerra e se certifica se realmente alguém sabe que você tem duas vacas e ainda sabe de sua brotheragem no verão passado. É claro, no fim você olha pra tela e descobre que não empilhou nada e acabou de cair em uma pegadinha perder o seu tempo em um assunto que acabou em pizza (hummm).

TorresEditar

 
Uma verdadeira obra da contemporaneidade.

Cada edifício tem uma cor para celebrar a cultura LGBTQI+, cada um deles é representado por uma função na cidade, afinal, por que ter um edifício abandonado que só serve para ser casa de mendigo? Até a Time Square é mais útil.

Outras torresEditar

  • Madeira: Apareceu na primeira versão do jogo, mas não durou muito, afinal ninguém é doido o suficiente para querer morar em um madeiral mal pregado.
  • Roxa: Ou rosa para os boiolas, é uma torre lendária que apareceu em apenas uma versão, que eu não sei qual é, mas ela chega até 50 andares e tem capacidade mínima para até 3 mil pessoas. Sua temática é indefinida, mas pode ser o congresso, já que lá apenas se alojam gente mentirosa, interesseira, mal encaradas, dedo duro e adoram uma fofoca.

Outras VersõesEditar

 
Num futuro, o guarda-chuva será o melhor meio de transporte (muito seguro).
  • Santa's Tower Bloxx: Lançada em 2006, é uma versão de natal que apenas adiciona neve e frio ao jogo. E não, o Papai Noel não aparece nele.
  • Tower Bloxx Deluxe: A melhor versão de todas, lançada em 2008. É um jogo 3D feito de massinha de modelar e é o primeiro em que você consegue ir ao espaço e ver baleias, pelo menos a versão de PC.
  • Tower Bloxx New York / Tower Bloxx My City: Lançada em 2009, é uma versão para o Nokia tijolão, ele não é em 3D, mas pelo menos parece jogo de DS. Aqui você novamente tem que construir uma cidade, sendo que ela é divida em bairros, distritos, racistas e não racistas, burros e idiotas, etc.
  • Tower Bloxx Revolution: Lançada em 2011, é a última versão do jogo, ele praticamente igual ao de cima, exceto pela temática enjoada futurista. Nele a ideia é fazer combos e construir torres para ricaços.

CuriosidadesEditar