Universidade Tuiuti do Paraná


Quico panela.jpg "Não, cê é burro cara, que loucura..."

Este artigo é sobre algo ou alguém burro ou completamente imbecil.

Cuidado: as burrices podem te morder!



Google explica.
Fachada do curso colégio da Universidade Tuiuti. Princípio e fim de uma falência iminente...
Escritório montado por profissional graduado pela UTP.
Desingner apresentando suas habilidades após sua formação pela UTP.

Cquote1.svg Você quis dizer: Escola de Samba Tuiuti Cquote2.svg
Google sobre Universidade Tuiuti do Paraná

Cquote1.svg Você quis dizer: Boteco formador de cachaceiros Cquote2.svg
Google sobre Universidade Tuiuti do Paraná

Cquote1.svg Você quis dizer: Mercado de Diplomas de Direito Cquote2.svg
Google sobre Universidade Tuiuti do Paraná

Cquote1.svg Na União Soviética, o Diploma da UTP compra VOCÊ!! Cquote2.svg
Reversal Russa sobre UTP

Cquote1.svg Me ferrei no vestibular da UFPR Cquote2.svg
Todos os alunos da UTP

Cquote1.svg Pagou, passou! Cquote2.svg
Aluno da UTFPR

Cquote1.svg Eu tenho medo Cquote2.svg
Regina Duarte sobre vestibular da UTP

Cquote1.svg É isso que ales chamam de câmpus? Cquote2.svg
Aluno da Universidade Positivo

Cquote1.svg É uma cilada Bino! Cquote2.svg
Pedro sobre vestibular da UTP.

Cquote1.svg Icsto non ecxiste Cquote2.svg
Padre Quevedo sobre qualidade da Tuiuti.

Cquote1.svg VAGABUNDO!!! VAGABUNDO!!! VAGABUNDO!!! VAGABUNDO!!! + 50x Cquote2.svg
Gilberto Kassab sobre Alunos da UTP

Cquote1.svg Universidade Tuiuti. Mais um burro sai daí!!! Cquote2.svg
Alunos da PUC

Cquote1.svg Melhor que a Uniandrade Cquote2.svg
Alunos da UTP

Cquote1.svg Posso mandar um cone no meu lugar? Pois tenho que assistir o programa do Faustão Cquote2.svg
Calouro sobre o vestibular da UTP

Cquote1.svg Quer pagar quanto??? Cquote2.svg
Idiota das Casas Bahia sobre ingresso na UTP

Cquote1.svg É uma das melhores Universidades do Paraná Cquote2.svg
Aluno da UTP após puxar um loló

Cquote1.svg Sem dúvida, a Universidade Tuiuti é a melhor universidade deste país, depois da Unip Cquote2.svg
Oscar Wilde sobre a UTP.

Cquote1.svg Havia uma UTP no meio do caminho. No meio do caminho havia... Bom, deixa pra lá, afinal o fogo consumiu tudo mesmo... Cquote2.svg
Carlos Drummond de Andrade sobre UTP

A UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁEditar

A Universidade Tuiuiu Tuiuti do Paraná – UTP surgiu hà mais de 50 anos atrás pelo Coronel Totonho e seu namoradinho amigo e sócio Sargento Manoel. Inicialmente começou como um cursinho preparatório para ingresso de milico-mirim no Colégio Militar de Curitiba, virou um colégio e posteriormente uma casa de diplomas universidade.

HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁEditar

A iniciativa para a criação de uma universidade, foi adotada após a expulsão do Coronel Totonho do Exército com o Manuel, flagrados em ato de felação dentro das dependências do quartel, acabando com a carreira destes distintos servidores das forças armadas e interrompendo a realização pessoal do coronel em manter o domínio sobre os marmanjos em seu poder, na qual após uma profunda depressão, teve a ideia de processar as Forças Armadas para reassumir seu posto, da qual não conseguiu sua antiga ocupação, mas conquistou uma gorda indenização no seu processo por homofobia contra a União, lhe restando apenas a sua velha farda e seu chicotinho, usado nas cavalgadas e para outros fins, não revelados para proteger o Exército e seus integrantes. Muitos comentam que ele foi precursor da Tiazinha no Brasil, uma tentativa de fazer uma versão brasileira do Zorro.

 
O carnaval de 2008 pegou fogo na Tuiuti...

Com dinheiro em caixa e o desejo de ter sob seu domínio diversos homens, o Coronel decidiu contratar um monte de nerds e abrir um curso preparatório para colocar seus rapazes no Colégio Militar de Curitiba, batizando-o como Tuiuti, em homenagem a batalha do Tuiuti, em que os brasileiros com os argentinos pegaram os paraguaios de jeito. Passado algum tempo, o Coronel tomou gosto pela coisa e aumentando o seu desejo de vingança em igualar o Exército de Curitiba com o de Pelotas, ou o de Campinas em que a sede é cor-de-rosa, na qual os seus integrantes passariam a praticar orgias e treinar balé, segundo os seus ensinamentos subjetivos praticados pelo seu método de ensino, resolveu estender a sua metodologia para crianças de menor idade, ao formar o Colégio Tuiuti, na qual suas ideias de disseminação da homossexualidade nas forças armadas foram disseminadas aos poucos, pois o Brasil vivia no tempo da ditadura, na qual não dava mole para ninguém, nem mesmo para o Coronel que adorava isso.

Com a crescente arrecadação demanda por vagas em Curitiba no Colégio Tuiuti, o Coronel passou a aumentar as unidades de ensino, mas como a pivetada só gostava de jogar queimado ao invés de queimar seus neurônios para impor a pederastia, o Coronel ficou irritado e resolveu após alguns anos eliminar toda aquela pirralhada, mas como não convinha ficar pobre, uma vez que o governo não pagava mais suas despesas como moradia e transporte, resolveu transformar a Tuiuti em um complexo de ensino superior, pelo menos na classificação oficial, e montou uma Faculdade, onde poderia agregar adultos do gênero masculino que pudessem compartilhar com seus ideais, ao abrir cursos de Artes Visuais, Nutrição, Psicologia, Biologia, Enfermagem, Fonoaudiologia, Letras, Arquitetura e Design.

 
Teve estudante que comemorou, pois não teria aula no velho prédio, com as instalações precárias, onde o chão sempre rangia, paracendo um castelo fantasma...

Com o passar de mais alguns anos, o Coronel ficou satisfeito com o progresso dos seus planos através da sua faculdade, que embora não tivesse de fato afeminado o Exército de Curitiba, pelo menos agregava e colocava no mercado de trabalho um público gay qualificado. Mas se obrigou a colocar em sua instituição um curso de Direito, para defesa dos seus interesses e alguns cursos de Engenharia, para moralizar e equilibrar sua instituição, pois tava O-DI-AN-DO aquilo que mais se parecia uma gaiola das loucas que uma universidade, pois embora ele gostasse dessa diversidade, não suportava ver apenas bibas malhadas com blusinhas justas, parecendo que atacaram o armário da irmã, o Coronel também gostava de ver macho em suas dependências, mas para atraí-los, também foi necessário abrir as portas da UTP para as mulheres também.

 
Quarta-feira de cinzas. Faz tempo que a Tuiuti andava queimada...

Entre inúmeros acontecimentos que marcaram a UTP, o mais marcante foi o incêndio no dia 5 de fevereiro de 2008, no campus do Champangnat que concentra os cursos da área de saúde e onde iniciou a história da UTP, na qual o carnaval pegou fogo na Tuiuti, e a festança continuou na quarta-feira de cinzas, onde o pessoal da saúde se reuniu no mesmo campus do pessoal de Engenharia, para continuar as comemorações de aniversário das bodas de prata da instituição.

O Capitão do Corpo de Bombeiros responsável pelo inquérito, não descarta a hipótese do incêndio ter sido criminoso, pois ele afirma que a “maioria dos alunos dos cursos de saúde queima”. O mesmo afirma um ex-professor da UTP, dizendo que isso não faz diferença, pois a Tuiuti tava queimada mesmo, faz muito tempo...

 
Aluno da UTP vendo as festividades de fevereiro do Parque Barigüi...


Os alunos de Biologia que adoraram o acontecimento, considerando uma inovação muldial para o padrão de universidade, pois a falta de teto do campus possibilita assistir aulas em maior contato com a natureza, podendo até mesmo fumar um dentro do prédio, sem o risco de afetar seus colegas com a fumaça do fuminho ou possibilidade de incêndio, uma vez que não existe restrição para fumar em ambientes aberto.

Atualmente o campus do Champangnat está aberto para mendigos e moradores de rua, atendendo a política de investimento na diversidade, ao possibilitar que indigentes ingressem na universidade, fato inovador em todo o Brasil, atualmente considerado a melhor utilidade desempenhada pela Tuiuti desde o seu surgimento. Mantendo os antigos ideais do falecido Coronel, embora ele já tenha sido enterrado faz muito tempo, só não percebeu porque estava de costas.